Cultura

Desfile de blocos agita segunda noite do Carnachoeira

Os enredos apresentados pelos blocos incluíram homenagens à cultura brasileira – Fotos: Miqueias Lima

Momento mais esperado do Carnachoeira 2017, o desfile de nove blocos marcou a segunda noite de folia em Presidente Figueiredo. Cada grupo trouxe, em média, 200 brincantes para a rua Acariquara, no bairro Morada do Sol. Os enredos apresentados incluíram homenagens à cultura brasileira. Moradores acompanharam de suas casas a passagem dos foliões, que abusaram da criatividade em suas fantasias.

O primeiro bloco a cruzar as ruas do município, às 19h, foi o Unidos da Baixada, que lembrou o desastre aéreo ocorrido com o time de futebol da Chapecoense, ocorrido no ano passado. Em seguida, O Vira-Lata recordou a história do grupo Mamonas Assassinas, com o enredo ‘Brasília Amarela’. O portal ‘No Amazonas é assim’ foi lembrado pelo bloco seguinte, o Azulão, e as artes marciais como o judô e o jiu-jitsu foram o tema do grupo ‘Não sabe brincar, sai’.

O desfile ainda contou com o Bloco das Piranhas, que escolheu a presidente da agremiação, Silva Pacheco, para prestar homenagem. Logo depois, um grupo de crianças dominou as atenções durante a passagem do bloco A Grande Família, que homenageou o público infantil. Balbina Positiva teve como enredo o rio Uatumã, afluente da margem esquerda do rio Amazonas. O continente africano foi a temática do bloco ‘Tô Gostando Dela’. E por último, o campeão de 2016, Galo da Serra exaltou as festas do interior do Estado, como a Festa do Cupuaçu, em Presidente Figueiredo, e o Boi-bumbá de Parintins. As candidatas ao concurso Rainha do Carnachoeira esbanjaram elegância e samba no pé enquanto desfilavam em seus respectivos blocos.

Ao som de tradicionais marchinhas carnavalescas os blocos arrastaram centenas de foliões – Divulgação

O servidor público Andson Silva veio de Manaus para acompanhar a folia em Presidente Figueiredo pela primeira vez. “Os foliões são organizados e a movimentação é tranquila. A gente percebe que os grupos são bem ‘família’, o que contribui para uma festa com respeito e responsabilidade”, ressaltou.

Primeira noite

Durante coletiva concedida à imprensa durante a noite de abertura do Carnachoeira, o prefeito do município, Romeiro Mendonça (PDT) afirmou que o evento, além de promover distração aos foliões, gera oportunidade de empregos e aquece o setor comercial do município.

“Figueiredo está movimentada desde o início da semana. Os hotéis estão lotados e os comerciantes têm recebido diariamente um grande número de pessoas em seus estabelecimentos. Isso prova que vale a pena investir em eventos como este. É garantia de emprego e renda para a população”, destacou o prefeito.

Na primeira noite, milhares de pessoas compareceram à praça da Vitória, maior espaço público da cidade e palco principal da festa, onde bandas e DJs locais se apresentaram. “Até ano passado, os shows eram realizados na Praça da Cultura, um área menor. Trouxemos o evento para um local maior para atrair mais público”, disse o secretário de Cultura e Eventos, Walter Yallas.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir