Dia a dia

Desenvolvido por estudantes da rede estadual, jornal-laboratório é apresentado no Inpa

O projeto 'Viva Leitura', foi apresentado no 6º Circuito da Ciência, promovido pelo Inpa - foto: divulgação/Seduc

O projeto ‘Viva Leitura’, foi apresentado no 6º Circuito da Ciência, promovido pelo Inpa – foto: divulgação/Seduc

Projetado com o intuito de despertar nos jovens o hábito da escrita, o projeto ‘Viva Leitura’, desenvolvido pela escola estadual Rosina Ferreira, foi apresentado no 6º Circuito da Ciência, promovido pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa).

A escola, juntamente com outras unidades de ensino, participou como entidade expositora da 6ª edição do circuito, realizada pelo Inpa em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e demais instituições colaboradoras. O evento foi promovido no decorrer da última semana no Bosque da Ciência, localizado no bairro de Petrópolis, Zona Sul de Manaus.

Com o projeto ‘Viva Leitura’, estudantes do 8º e 9º ano do ensino fundamental da escola estadual Rosina Ferreira se empenham na produção de um jornal-laboratório em sala de aula.

Além de favorecer a expressão por meio da escrita correta, o projeto leva os mais jovens à leitura e interpretação de diferentes gêneros textuais.

“Todo esse trabalho direciona os alunos para a produção do ‘Jornal 3L’ que tem essa titulação por contemplar: leitura, literatura e linguagem”, salientou o professor Elton Neves, ressaltando que o projeto conta com o financiamento do Governo do Estado por meio do Programa Ciência na Escola (PCE).

O evento foi promovido no decorrer da última semana no Bosque da Ciência, localizado no bairro de Petrópolis, Zona Sul de Manaus - foto: divulgação/Seduc

O evento foi promovido no decorrer da última semana no Bosque da Ciência, localizado no bairro de Petrópolis, Zona Sul de Manaus – foto: divulgação/Seduc

De acordo com o professor, os objetivos do projeto vêm sendo alcançados com êxito. “Com o projeto, buscamos despertar nos jovens o hábito pela leitura para que, assim, eles possam manifestar seus sentimentos, experiências, ideias e opiniões sobre a realidade em que estão inseridos. O resultado tem sido gratificante”, mencionou Elton Neves.

Conforme o coordenador, o jornal conta com a publicação de textos inéditos, de autoria dos próprios alunos, contados a partir de uma releitura de obras literárias.

Além da exposição de trabalhos científicos, o ‘Circuito na Ciência’ foi marcado por oficinas educativas e exposições diversas sobre a fauna e a flora da Amazônia.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir