Sem categoria

Desativação de parada de ônibus causa transtornos

Agente do Sinetram orienta passageiro sobre onde pegar ônibus no entorno do ponto desativado - Foto: Diego Janatã

Agente do Sinetram orienta passageiro sobre onde pegar ônibus no entorno do ponto desativado – Foto: Diego Janatã

Com a interdição da Praça Adalberto Valle, no Centro, ocorrida no último final de semana para a realização das obras de revitalização do local, usuários do transporte coletivo estavam desorientados na manhã de ontem (20), sobre a desativação da parada seletiva que funcionava no local e que atendia passageiros de 29 linhas.

Na manhã de ontem, era possível perceber no local que populares estavam desinformados sobre a desativação do ponto de ônibus. A obra de requalificação urbanística da Praça Adalberto Vale prevê adequação da área quanto à acessibilidade; instalação de bancos, novo sistema de iluminação pública; sinalização e paisagismo.

A pensionista Maria do Valle informou que ao chegar ao local, achou estranho o pouco movimento na espera por um coletivo, mas decidiu ficar no ponto de ônibus,  aguardando o coletivo, que diariamente apanhava no lugar. Ela disse só ter ficado sabendo da mudança quando um servidor do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) a orientou sobre a alteração e a desativação da parada seletiva.

“Achei estranho ter pouca gente hoje (ontem) aqui na parada, sempre é muito agitado esse local. Eu inocentemente decidi esperar meu ônibus sem saber da mudança. Depois de alguns minutos um agente do Sinetram me abordou e me informou que a parada estava desativada e que o embarque e desembarque das linhas que paravam aqui tinham sido transferidos para outros dois pontos. Sei que essa medida é para melhorar a estrutura do local, mas para a gente que vem do porto e do mercado Adolpho Lisboa, a nova parada ficou bastante distante e criou um certo transtorno, já que éramos acostumados a esperar o nosso ônibus nesta área”, salientou.

Agentes do Sinetram que estão no local das 7h às 18h, explicaram que desde ontem, todas as linhas que atendiam os usuários para o embarque e desembarque na Praça Adalberto Valle, foram transferidas para o terminal da Matriz e para as paradas seletivas do Garajão, localizado na avenida Floriano Peixoto e Colégio Santa Dorotéia, na avenida Getúlio Vargas. Segundo o Sinetram, durante o período de adaptação, agentes do órgão estarão no local orientando os usuários sobre a mudança.

Projeto

Orçado no valor de R$ 376.600,97, o projeto faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas, com recursos da Caixa Econômica Federal.

A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) destacou que, além da adequação da área, o projeto beneficiará o entorno da praça que será circundado por jardins baixos, onde serão plantadas árvores e palmeiras.

 

Por Gerson Freitas

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir