Política

Deputados prestam homenagem aos 179 anos de criação da Polícia Militar do AM

A corporação é ainda uma força auxiliar e reserva militar do Exército Brasileiro - foto: divulgação

A corporação é ainda uma força auxiliar e reserva militar do Exército Brasileiro – foto: divulgação

Nesta quinta-feira (28), a Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), realizou no Plenário Ruy Araújo uma Sessão Especial em homenagem aos 179 anos da Polícia Militar do Estado do Amazonas (PM-AM) – cuja comemoração oficial é celebrada no dia 4 de abril, data de sua criação. A homenagem é de iniciativa do deputado Cabo Maciel (PR).

A PM-AM, que integra o sistema de segurança pública e defesa social do Brasil, tem a função de realizar o policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública estadual, além de outras atribuições previstas na legislação federal e estadual. A corporação é ainda uma força auxiliar e reserva militar do Exército Brasileiro. A data de sua criação, 4 de abril de 1837, pelo presidente da Província do Pará, General Soares d’Andrea, não poderia ser mais apropriada, pois coincide com uma marca da história do Amazonas, em que a então nascida instituição recebeu a missão de combater a rebelião iniciada em Belém, a Cabanagem que durou de 1835 a 1840.

A solenidade foi marcada pela entrega de uma placa comemorativa ao comandante da Polícia Militar do Amazonas, coronel Marcus James Frota Lobato, pelos deputados Josué Neto (PSD) e pelo deputado Cabo Maciel (PR), tendo em seguida sido feita a apresentação de um vídeo institucional relatando a história da corporação, além de uma apresentação especial do Grupo Formando Cidadãos, da Polícia Militar.

Para o deputado Josué Neto (PSD) a homenagem aos 179 anos de criação da Polícia Militar foi justa pelo fato de que a instituição é um dos esteios da segurança do povo amazonense “e merece nossos agradecimentos e admiração”, disse ele.

O deputado Cabo Maciel declarou que “a Sessão Especial seria um momento para se comorar com entusiasmo, se o Estado não estivesse passando pela crise que hoje assola o país. Tenho certeza que hoje temos uma tropa que não está feliz e satisfeita por tudo o que está ocorrendo, mas certamente é uma maneira de reconhecer os serviços prestados por esta corporação ao povo do Amazonas”, agradeceu ele. O deputado aproveitou para reforçar as denúncias que tem feito em relação à má qualidade da alimentação oferecida aos Policiais Militares e pediu uma solução por parte do governo.

Por sua vez, o deputado Platiny Soares (DEM), que é soldado da PM-AM, falou em nome dos demais deputados e ressaltou o trabalho executado pela corporação, as conquistas alcançadas e finalizou pedindo ao governo mais atenção ao trabalho que a corporação executa em atendimento às suas principais reivindicações.

Finalizando o coronel Marcus James Frota Lobato agradeceu a homenagem prestada pelo Parlamento exaltando a história da corporação e projetos sociais que são desenvolvidos dentro da Polícia Militar. Ele afirmou que o principal papel da PM é o preventivo onde a corporação tem um papel e estrutura social, além de contar com uma polícia com comportamento preventivo, educativo e de formação de cidadania, a exemplo dos projetos desenvolvidos nas escolas da PM e nas comunidades.

A sessão foi presidida pelo deputado Josué Neto e com a presença na Mesa das seguintes autoridades: deputado Cabo Maciel (PR), autor da proposta; comandante da Polícia Militar, coronel Marcus James Frota Lobato; tenente-coronel José Fernando de Farias, secretário municipal chefe da Casa Militar, representando o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB); coronel Dan Câmara; coronel Raimundo Rodrigues da Silva; delegado-geral da Polícia Civil em exercício, Isair Soares da Silva; coronel Edson Rocha Júnior (CMA); coronel de infantaria, Fábio Roberto Vargas (7° Comar); ouvidor dos sistema Penitenciário, major Jorge Rebelo; e, pelo major Emerson Figueiredo, presidente da Associação dos Oficiais da Policia Militar do Amazonas.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir