Sem categoria

Deputados e vereadores têm 100% de frequência

Entre os deputados, apenas José Ricardo (PT) não tem registrado nenhuma justificativa ou falta – foto: foto: divulgação/Aleam

Entre os deputados, apenas José Ricardo (PT) não tem registrado nenhuma justificativa ou falta – foto: foto: divulgação/Aleam

Os parlamentares da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) e da Câmara Municipal de Manaus (CMM) têm utilizado do benefício da falta justificada para se ausentar dos trabalhos nos Legislativos sem ter o desconto salarial.

De acordo com levantamento feito no Portal da Transparência dos dois parlamentos, no período de fevereiro a outubro deste ano, os parlamentares conseguiram 100% de frequência nas sessões plenárias.

Entre os deputados, apenas José Ricardo (PT) não tem registrado nenhuma justificativa ou falta, segundo os dados disponibilizados pela Aleam.

Na realidade, o cenário é bem diferente. Na semana passada, o vice-presidente da CMM, vereador Hiram Nicolau (PSD), teve de adiar a ordem do dia, momento de votações de projetos de lei no Legislativo municipal, por conta da ausência “em massa” dos vereadores.

No dia seguinte, o presidente da casa, vereador Wilker Barreto (PHS), disse considerar normais as faltas e ausências dos vereadores. Segundo ele, “dificilmente a Câmara contará com 100% de frequência”.  As declarações do presidente contrariam os dados apresentados no site da casa.

Faltosos

De acordo com os dados disponibilizados, alguns parlamentares passaram “batido” no uso da justificativa e levaram falta.

Entre eles está a vereadora Pastora Luciana (PP) que, durante o mês de março deste ano, faltou a nove das 14 sessões plenárias no Legislativo municipal.

O vereador Jaildo dos Rodoviários (PRB) foi só à metade das sessões realizadas no mês de maio deste ano.

Das 12 sessões na Câmara, ele esteve presente em seis. Eles dividem o recorde de faltas com o colega de parlamento, vereador Ednailson Rozenha (PSDB), que faltou em seis das nove sessões realizadas no mês de julho deste ano.

Os vereadores recebem R$ 15 mil mensais para, entre outros, participar das sessões plenárias nas manhãs das segundas, terças e quartas-feiras.

Além do salário, os parlamentares têm direito à Cota Parlamentar para manutenção da atividade parlamentar.

Segundo os dados disponibilizados no site da CMM, nenhum vereador teve desconto no salário por conta das faltas e/ou ausências não justificadas no trabalho.

Por Henderson Martins

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir