Política

Deputado defende frente parlamentar para desafogar hidrovias do AM

O deputado defendeu uma Frente Parlamentar Estadual para discutir a construção e reforma de aeroportos, portos e hidrovias, além da privatização da hidrovia do rio Madeira - foto: divulgação/Aleam

O deputado defendeu uma Frente Parlamentar Estadual para discutir a construção e reforma de aeroportos, portos e hidrovias, além da privatização da hidrovia do rio Madeira – foto: divulgação/Aleam

O deputado Adjuto Afonso (PP) reforçou na manhã desta terça-feira (2), no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), a importância de uma Frente Parlamentar Estadual para discutir a construção e reforma de aeroportos, portos e hidrovias, além da privatização da hidrovia do rio Madeira. Ele ressaltou que esteve em Brasília na semana passada, onde participou do lançamento da Frente Parlamentar em Defesa das Hidrovias no Brasil, em nível federal.

“O deputado Dermilson Chagas (DEM) também esteve lá. Nunca é demais a gente reforçar aqui a importância dessa Frente Parlamentar Federal que foi lançada através da Fenavega. Nessa Frente, mais de 227 deputados já subscreveram, inclusive, três deputados do Amazonas. Faço questão de registrar a participação da deputada federal Conceição Sampaio (PP), do deputado Hissa Abrahão (PPS) e do deputado Silas Câmara (PSD), que já estão fazendo parte dessa Frente Parlamentar em defesa das hidrovias do Brasil. Lá, foi tratado o assunto da hidrovia Tiête-Paraná, mas também foi tratado o assunto da nossa hidrovia, que é a do Madeira, que liga o Estado de Rondônia ao Amazonas, e que se não cuidarmos certamente irá acontecer o que está acontecendo hoje com as demais hidrovias do Brasil”, disse Adjuto.

Adjuto Afonso ressaltou que aguarda o deferimento da Casa Legislativa para a criação da Frente Parlamentar Estadual. “Já demos entrada neste pedido e espero que seja deferido pela Mesa Diretora o mais rápido possível. A nossa Frente é mais ampla, não vai tratar só da defesa e acompanhamento das hidrovias, estamos pedindo também que acompanhe a implantação e construção de novos aeroportos e de novos portos no Estado. Então é importante que a gente possa o mais rápido possível instalar essa Frente Parlamentar. Outros Estados já estão criando as suas Frentes, como é o caso do Estado de Rondônia”.

O deputado explicou que durante o evento em Brasília, os parlamentares discutiram a importância das hidrovias no país, e destacou a necessidade de novas hidrovias, em especial, para o Amazonas, como forma de dar celeridade ao setor econômico. “Somos uma país que temos poucas hidrovias, aqui no Amazonas temos apenas uma hidrovia que é a do Madeira, e temos a maior bacia hidrográfica do mundo. Portanto, se nós tivermos esse acompanhamento, essa determinação, o apoio do governo federal, nós vamos poder implantar no Amazonas outras hidrovias. Cito, por exemplo, a hidrovia do Purus, que já foi discutido aqui no parlamento a sua importância, porque levará ao Acre e, consequentemente, ao Pacífico, onde teremos aí uma logística importante para o escoamento da nossa produção, da produção do Pólo Industrial de Manaus”, falou o deputado.

Sobre a privatização da hidrovia do rio Madeira, o deputado externou sua preocupação em envolver os municípios da localidade para discutir a situação. “Se fala em privatização do Madeira, a gente precisa ficar atento, se houver essa possibilidade tem que discutir realmente, ouvir as comunidade que moram no Madeira, nos municípios de Humaitá, de Manicoré, de Novo Aripuanã, é preciso ter uma discussão muito grande se houver essa cogitação de privatização da hidrovia do Madeira”, finalizou.

 

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir