Sem categoria

Deputada vai à Justiça contra ‘colega’ que a ofendeu com ‘palavrão’ no plenário da Aleam

Alessandra Campêlo lamentou não ter recebido apoio de outros colegas na Aleam – foto: Arthur Castro

Alessandra Campêlo lamentou não ter recebido apoio de outros colegas na Aleam – foto: Arthur Castro

A deputada estadual Alessandra Campêlo (PCdoB) afirmou na manhã desta quarta-feira (4) que vai entrar com uma ação contra o deputado Abdala Fraxe (PTN), que a ofendeu com um palavrão durante pronunciamento, ontem, no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

A deputada percebeu que o colega parlamentar havia falado a ofensa no momento em que finalizava seu pronunciamento em favor  das reivindicações dos servidores da Polícia Civil do Estado. O áudio, porém, foi recuperado por Alessandra, que em seguida comentou em sua rede social.

Ela conta que chegou a sair do grupo de Whatsapp dos deputados, uma vez que ninguém havia se sensibilizado pela situação que caracterizou como ofensa, a ela e a sua família.

“O pior é que descobri que na Assembleia não tem código de ética, por isso vou entrar com uma ação civil na Justiça. Eu nunca vi os colegas parlamentares falarem assim uns com outros, será que isso é apenas comigo? Pelo motivo de ser mulher?”, criticou Alessandra.

O presidente da comissão de ética da Casa, deputado Vicente Lopes , informou que no momento não pode fazer nenhum pronunciamento em relação a ação individual da colega deputada. Segundo ele, vai esperar que a deputada Alessandra o procure na comissão para tratar do assunto.

O presidente da Casa, Josué Neto (PSD), informou que o assunto vai ser tratado conforme manda o regimento.

O deputado Abdala Fraxe disse que a ofensa não foi para colega parlamentar. Segundo ele, estava em uma ligação com uma atende de cartão de créditos. A irritação foi com ela e não com a deputada.

“Eu vou me pronunciar e vou explicar o que aconteceu, eu não ofendi a deputada , não chamei palavrão para ela”, afirmou Fraxe.

Com informações de Henderson Martins

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir