Economia

Demanda de consumidores por crédito cai 2,3% em junho, mostra Serasa

A demanda de consumidores por crédito caiu 2,3% em junho na comparação com o mês anterior, aponta levantamento da empresa de consultoria Serasa Experian. Em relação a junho do ano passado, no entanto, houve alta de 10,1%. No acumulado do ano, a procura cresceu 4,8% na comparação com os primeiros seis meses de 2014.

Na avaliação dos economistas da Serasa Experian, a queda era esperada no comparativo com maio, devido ao Dia das Mães, quando a demanda por crédito tende a ser mais alta. O aumento expressivo em relação a junho do ano passado, por sua vez, deve-se a uma base de comparação fraca, pois neste período de 2014 ocorria a Copa do Mundo do Brasil.

Na análise por renda, houve recuo em todas as faixas salariais na comparação de junho e maio. A queda foi mais intensa para as pessoas com renda até R$ 500 por mês, com variação negativa de 2,8%, e entre R$ 500 e R$ 1 mil, com decréscimo de 2,5%. Para as demais faixas (entre R$ 1 mil e R$ 2 mil, R$ 2 mil e R$ 5 mil, e R$ 5 mil e R$ 10 mil), as quedas foram similares: 2,2%, 2,1% e 2,2%, respectivamente. A busca por crédito entre consumidores com renda superior a R$ 10 mil caiu 1,9%.

O levantamento mostra ainda a demanda por região geográficas. O Norte (-3,3%) e o Sudeste (-3%) tiveram recuos maiores do que a média nacional em junho, em relação ao mês anterior. No Centro-Oeste, foi registrada queda de 2,3% e no Nordeste, 2,1%. A menor redução ocorreu no Sul (0,3%). Na comparação do acumulado do primeiro semestre, no entanto, todas regiões tiveram avanço: Norte (10,5%), Centro-Oeste (9,4%), Sul (5,4%), Sudeste (3,7%) e Nordeste (3,1%).

Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir