Política

Defesa critica pedido de prisão preventiva de Vaccari

João Vaccari Neto_divulgação

O advogado de defesa de Vaccari, Luiz Flávio Borges D’Urso, que assina a nota, informa que vai requerer a remessa do novo processo à 5ª Vara Criminal de São Paulo – foto: reprodução

A defesa do ex-presidente da Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo (Bancoop) João Vaccari Neto criticou nesta sexta-feira (11) a denúncia apresentada contra ele por integrantes do Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP).

 

Ontem (10) o MP-SP pediu também a prisão preventiva de Vaccari, ex-tesoureiro do PT. Em nota, a defesa de Vaccari considerou “absurda” a denúncia e “inoportuno e descabido” o pedido de prisão preventiva.

 

A nota diz que os fatos que constam da nova denúncia já estão sendo apurados em outro processo, em tramitação na 5ª Vara Criminal de São Paulo, o que reforça a impropriedade dessa denúncia. No processo anterior, acrescentam a defesa, “jamais” o Ministério Público pediu a prisão preventiva de Vaccari, “pois sempre apresentou-se desnecessária tal medida, essa situação continua inalterada até hoje.”

 

De acordo com a defesa, Vaccari presidiu a Bancoop até 2010, e a questão relativa ao apartamento tríplex do Condomínio Solaris, em Guarujá, no litoral paulista, é posterior à data em que ele deixou a presidência da cooperativa.  A defesa diz ainda que a decisão para que a empreiteira OAS assumisse alguns empreendimentos da Bancoop foi tomada, em assembleia dos cooperados. “Sem nenhuma decisão ou intervenção do Sr. Vaccari”, destaca a nota.

 

O advogado de defesa de Vaccari, Luiz Flávio Borges D’Urso, que assina a nota, informa que vai requerer a remessa do novo processo à 5ª Vara Criminal de São Paulo. O advogado diz ainda que nada justifica a denúncia contra Vaccari, nem o pedido de prisão preventiva dele e que, por isso, “a defesa reagirá por todos os meios legais previstos em nossa legislação”.

 

Por Agencia Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir