Dia a dia

Defesa Civil certifica 50 agentes comunitários para áreas de risco de Manaus

Defesa-Civil

Voluntários foram capacitados em defesa civil, educação ambiental, primeiros-socorros e ‘percepção de risco em áreas de barranco’ – foto: Tácio Melo/Semcom

Desde este sábado (23) Defesa Civil de Manaus conta com a ajuda voluntária de 50 moradores de todas as áreas da capital, treinados e capacitados em defesa civil, educação ambiental, primeiros-socorros e ‘percepção de risco em áreas de barranco’.

Eles agora estão aptos a atuar nas comunidades como agentes comunitários de proteção e defesa civil, multiplicando as informações recebidas, dando as primeiras respostas em casos de desastres e riscos e acionando a Defesa Civil para atuar preventivamente, quando necessário.

Os agentes comunitários receberam seus certificados em solenidade realizada na sede da Defesa Civil, avenida Voluntários da Pátria, Compensa, Zona Oeste da cidade.

Segundo o secretário executivo de Proteção e Defesa Civil de Manaus, Aníbal Gomes, o poder público pode atender as demandas sem recorrer aos comunitários, mas a colaboração deles melhora substancialmente o atendimento porque as demandas podem ser solucionadas antes mesmo de se tornarem um problema.

Novos focos

Aníbal explica, ainda, que a atuação direta dos agentes comunitários na rotina diária de cada localidade vai facilitar a identificação de novos focos de invasão em áreas de risco e, com isso, novos problemas graves à população.

O papel foi bem compreendido pelos formandos. “Agora eu sei o risco de uma casa construída de qualquer jeito e em qualquer lugar, não vou deixar que por uma ocupação, a área onde eu moro se torne área de risco”, explicou o voluntário João Vitor, que mora há 20 anos no Parque Mauá.

O trabalho comunitário e preventivo da Defesa Civil nas áreas de risco, em Manaus, que vem sendo realizado desde o início de 2013, de forma continuada, gerou reconhecimento internacional, sendo eleita a cidade do mês (em maio) pela Campanha Cidades Resilientes, mantida pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir