Dia a dia

Defensoria, OAB e Procon pedem prisão de rodoviários

 

Nenhum ônibus saiu das garagens nesta terça-feira – Márcio Melo

 

A Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM), a seccional estadual da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a Secretaria Executiva de Proteção ao Consumidor (Procon-AM) estão pedindo, à Justiça do Trabalho, a prisão dos diretores do Sindicato dos Rodoviários por descumprimento da ordem judicial que proibiu a greve da categoria nesta terça-feira (17).

Pedido foi está sendo analisado pelo TRT – reprodução

O pedido assinado pelos três órgãos já foi ajuizado na 5ª Vara do Trabalho de Manaus e está sendo analisada pelo desembargador Adilson Maciel Dantas.

No pedido feito ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT), DPE-AM, OAB e Procon-AM demonstram que houve “flagrante descumprimento da ordem judicial deste juízo pela diretoria do Sindicato”.

Márcio Azevedo
EM TEMPO

1 Comment

1 Comment

  1. Jm

    17 de janeiro de 2017 at 13:30

    Essa justiça é mesmo muito cega, o governo faz o que faz, deixando o povo sofrer com uma saúde falida, segurança que esta mais pra insegurança, e esta ai livre e nem OAB,nem Procon, nem MP, nem Direitos Humanos, nenhum desses orgãos que se chama justiça faz nada e deveriam defender o povo. Mas quando trabalhadores decidem fazer greve para reivindicar seus DIREITOS aparecem para querer prender só porque estão utilizando de um direito garantido na Constituição por meio da Lei 7783/89 que diz que é assegurado o direito de greve, competindo ao trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre o interesses que devam por meio dele defender.
    Sou usuário do transporte publico e apoio totalmente a greve feita por cada trabalhador, as empresas lucram o suficiente e nos oferece um transporte horrível e CARO. Os empresários sim deveriam ser presos por oferecer um serviço de péssima qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir