Economia

Defensor do modelo Zona Franca e diretor da Fieam, empresário Flávio Dutra morre aos 69 anos.

MANAUS-AM; 14-06-2011; POLITICA - AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE AS CONSEQUENCIAS E IMPACTOS DA MEDIADA PROVISOPRIA Nº 534 DO DIA 23 DE MAIO 2011.NA FOTO: FLÁVIO DUTRA, DA FIEAM.FOTO: RUBILAR SANTOS/ACRÍTICA

Foto: divulgação Fieam.

Após uma semana internado no hospital Protocord, na avenida Boulevard Álvaro Maia, o empresário e um dos diretores da Federação da Indústria do Estado do Amazonas (Fieam), Flávio Dutra, morreu por conta de complicações no coração. O corpo de Dutra foi velado na funerária Almir Neves, no Centro, e sepultado às 15h30, no cemitério Parque Tarumã. 

Natural do Rio Grande do Sul (RS), da cidade de São Francisco de Paula, Dutra era casado com Janice Mesquita Dutra, com quem teve os filhos André, Mônica e Clarissa.

A trajetória de Dutra no cenário econômico local iniciou quando o empresário atuou como diretor industrial da empresa Xerox da Amazônia. Mais tarde, passou a dirigir a Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi) e teve participação ativa na defesa do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) por meio de entidades representativas como Fieam e Centro das Indústrias do Estado do Amazonas (Cieam).

Na Fieam, Dutra exercia o cargo de diretor executivo das coordenadorias operacionais há mais de 20 anos, um dos fundadores do Rotary Clube em Manaus, ele desenvolvia diversas ações sociais.

De acordo com o 2º vice-presidente da Fieam, Nelson Azevedo, o Amazonas perde economicamente uma voz ativa que defendeu até seus últimos dias de vida o modelo Zona Franca, sempre presente em discussões no cenário nacional. “Com isso, classifico Flávio como ‘grande defensor dos interesses do modelo Zona Franca de Manaus’ e ainda um dos precursores da história empresarial do Estado”, afirmou Azevedo, ao ressaltar que “perdemos um grande lutador”.

 

Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir