Holofotes

Defensor do governo, José de Abreu se envolve em confusão em restaurante

Defensor do governo do PT, o global estava na capital paulista ao lado da mulher e foram jantar em um restaurante japonês na Vila Nova Conceição, de um amigo do ator - foto: divulgação

Defensor do governo do PT, o global estava na capital paulista ao lado da mulher e foram jantar em um restaurante japonês na Vila Nova Conceição, de um amigo do ator – foto: divulgação

O ator José de Abreu se envolveu em uma discussão na noite desta sexta-feira (22) em um restaurante de São Paulo.

Defensor do governo do PT, o global estava na capital paulista ao lado da mulher e foram jantar em um restaurante japonês na Vila Nova Conceição, de um amigo do ator.

Após discutir com um casal que o ofendeu, Abreu relatou a história no Twitter, mas apagou a conta na manhã deste sábado (23).

“Estava no maior astral, conversando com o sushiman”, disse Abreu, que casou com Priscila Petit no ano passado, mas só conseguiu fazer a lua de mel, no Japão, após a gravação de “A Regra do Jogo” (Globo).

“Fiquei conversando sobre saquês que provei na viagem, sobre o tamanho dos restaurantes de lá, muito menores que aqui, e não percebi que minha mulher estava sendo provocada”, relatou Abreu.

Segundo o ator, um casal próximo fez comentários como “dinheiro do povo”, petista ladrão”, “olha a bolsa dela” para Priscila. “Eu não ouvi nada. Fui no banheiro e já tínhamos pedido sobremesa, mas ela quis me tirar de lá logo. Estava incomodada.”

Então, de acordo com o ator, o casal disse que sua mulher se aproveitava de recursos federais e foi chamada de “ladra vagabunda da Lei Rouanet”. “Minha mulher está mudando de carreira, está fazendo cinema, estudou na França que foi onde a conheci. Uma produtora de lá gostou do trabalho dela”, explicou o ator, “nunca teve nada a ver com a Lei Rouanet, não fazia o menor sentido aquilo.”

Abreu reagiu, bateu boca e chegou a cuspir no casal. Depois, relatou o caso em sua conta no Twitter. “Acabei de ser ofendido num restaurante paulista. Cuspi na cara do coxinha e da mulher dele! Não reagiu! Covarde. Advogado carioca…”, relatou. “O covarde perdeu a linha, deve ter cagado nas calças. Cuspi na sua cara e ele não reagiu. Covardes fascistas.”

O ator concluiu com um “fascistas são tratados assim: com cuspe na cara! Dele e da mulher”. Porém, Abreu apagou sua conta neste sábado “depois de receber ameaças.”

José de Abreu veio a São Paulo para participar do “Domingão do Faustão”, amanhã.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir