Eleições

Debate da UEA reúne apenas três dos nove candidatos a prefeito de Manaus

Apenas Luiz Castro (Rede), Serafim Correa (PSB) e José Ricardo (PT) participaram de debate na UEA - foto: Diego Janatã

Apenas Luiz Castro (Rede), Serafim Correa (PSB) e José Ricardo (PT) participaram de debate na UEA – foto: Diego Janatã

Dos nove candidatos que disputam a Prefeitura de Manaus, convidados para participar do debate promovido pelos alunos do Centro Acadêmico de Geografia e Pedagogia da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), realizado na noite desta quinta-feira (22), apenas três participaram: José Ricardo (PT), Luiz Castro (Rede) e Serafim Corrêa (PSB).

Os outros seis prefeituráveis, Arthur Neto (PSBD), Henrique Oliveira (SDD), Hissa Abrahão (PDT), Marcelo Ramos (PR), Professor Queiroz (Psol), e Silas Câmara (PRB) faltaram ao debate.

De acordo com o mediador do encontro, o coordenador de extensão da UEA, professor de geografia Isaque Sousa, o debate interligou o ponto de vista dos estudantes aos planejamentos de cada candidato rente a educação universitária – e também questionou demais problemas sociais.

“A finalidade maior é a oportunidade dos candidatos exporem suas principais ideias e gestões para cidade de Manaus. A sociedade acadêmica organizou o debate e principalmente precisa saber, o que os concorrentes ao cargo de executivo propõe de melhorias a educação e mobilidade urbana. O momento é oportuno a ambos os lados, aos candidatos e alunos. Fui convidado para mediar e considero muito importante contribuir”, disse Isaque Sousa.

Serafim Corrêa

O ex-prefeito de Manaus e candidato pelo PSB, deputado estadual Serafim Corrêa, retrucou a ausência dos demais candidatos. “Todos partidos e todas coligações devem mostrar suas caras. Não entendo porque os demais não vieram, pois minha coligação compareceu em todos os debates e vamos continuar nessa batalha”, disse.

Aos universitários, Serafim salientou a necessidade de retornar os projetos de mobilidade urbana, a ‘domingueira’ e integração temporal, quando o usuário do ônibus coletivo podia pagar passagem a preço de um real aos domingos – e utilizava a mesma passagem em mais de um ônibus coletivo no espaço de 30 minutos. “Governei para as próximas gerações, é necessário resgatar esses benefícios a população”, disse.

José Ricardo

Economista, o deputado estadual José Ricardo entrou em defesa dos estudantes, questionou o alto número de desistência nas escolas. “Tentaram acabar com a meia-passagem, estivemos nessa luta, como executivo quero poder continuar lutando pelos estudantes, que são o futuro do nosso país. Sou a favor do passe-livre estudantil, pois muitos pais não têm condições de pagar as passagens do mês inteiro, meu governo priorizará diminuir o alto número de desistência nas escolas”, complementou.

Luiz Castro

Candidato da Rede, o deputado estadual Luiz Castro, propôs mudança. Segundo ele, a cidade possui uma maneira arcaica de governar. “Precisamos vencer o ciclo de corrupção instalado aqui há 20 anos, que beneficia grandes empresários. É necessário vencer aqueles que fogem de um debate, nossa proposta principal é fazer uma limpeza na política de Manaus, pois no nosso partido somente entra quem possui formação política e ficha completamente limpa”, destacou.

Por João Paulo Oliveira

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir