Cultura

De volta ao Sambódromo, Carnaboi promete animação até o dia amanhecer

No começo o público ainda estava tímido, mas foi aumentando gradativamente - fotos: Arthur Castro

No começo o público ainda estava tímido, mas foi aumentando gradativamente – fotos: Arthur Castro

Em seu retorno ao Sambódromo, na Zona Oeste de Manaus, o Carnaboi 2016 começou com um público bem menor que em seus primeiros anos de existência. As apresentações do ‘boi em época de Carnaval’, iniciaram por volta das 19h45, já com mais de uma hora de atraso em relação ao previsto na programação, mas, nem por isso, o público se fez presente como em outras edições.

A estimativa é que de que, nesse horário, pouco mais de 2 mil foliões estivessem na ‘arena’. Mas a galera não decepcionou e, por volta das 23h, a Polícia Militar já estimava um público de mais de 7 mil foliões curtindo as todas de boi-bumbá ao som de artistas como Gaspar Medeiro, Caetano Medeiros, Zezinho Correa, Márcia Siqueira, Carlinhos do Boi e Canto da Mata.

O evento, porém, contará com 10h de show e, portanto, muito mais gente deve comparecer ao local para curtir as outras atrações irão agitar a galera no palco do Carnaboi até às 4h desta terça-feira (9). Entre elas representantes oficias dos bois-bumbás de Parintins, como David Assayag, Arlindo Júnior, Sebastião Júnior, Tony Medeiros e Israel Paulain, além de outras feras do gênero como Edilson Santana, Fabiano Neves, Edmundo Oran, Patrick Monteiro, Carlinhos do Boi, Júnior Paulain, Klinger Araújo e Renato Freitas.

Logo na abertura da noite, os bois-bumbás de Manaus: Garanhão e Brilhante, sacudiram os primeiros foliões que assistiram o início do evento. Nas próximas horas devem se apresentar o boi-bumbá Campeão do Festival Folclórico do Amazonas 2015, Corre Campo, e os bois de Parintins, Garantido e Caprichoso.

carnaboi1-arthur castro

Mudança
Nos últimos anos, o Carnaboi vem passando por várias modificações no seu formato. Antes, o evento era realizado em duas noites, com ‘desfiles’ em trios elétricos, de artistas oficias dos bois Garantido e Caprichoso. Em 2014, foram acrescidos ao evento mais três agremiações: Brilhante, Garanhão e Corre Campo.

No ano passado, as apresentações não foram realizadas no sambódromo. A festa foi ‘repartida’ para cinco polos da cidade (Zonas Leste, Norte, Sul, Oeste e Centro-Oeste). O Shopping do Tururi, que era outro destaque do Carnaboi, foi tirado da programação.

Este ano, a festa diminuiu de dois dias de apresentações para apenas um e voltou a ser feito no Sambódromo. A Secretaria de Estado de Cultura do Amazonas informou que a mudança atendeu a um pedido do público e dos representantes dos bois bumbás Caprichoso e Garantido e dos levantadores de toadas dos bois de Manaus: Brilhante, Corre-Campo e Garanhão.

A porta-estandarte do Boi Garanhão, Lana Muniz, 23, disse ter ficado satisfeita com a alteração. “O Sambódromo para mim é o berço do boi. Todos os anos o Carnaboi era realizado no Centro de Convenções, ano passado fomos para as ruas, mas não foi a mesma emoção. No palco do Sambódromo, a gente consegue explorar melhor a nossa cultura”, avaliou.

Com informações de Bruna Souza

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir