Dia a dia

David Almeida retoma obras de duplicação da AM-070

Até o mês de setembro o governo espera duplicar a estrada até a Vila do Araiú  – fotos: Joel Arthus/Secom

Na manhã desta terça-feira (16), o governador interino David Almeida deu a ordem de serviço para a retomada das obras da duplicação Rodovia Manoel Urbano, a AM-070 (Manaus – Manacapuru). O governador esteve no trecho em obras da rodovia e anunciou a revitalização do sistema viário dos dois municípios do interior.

A nova frente de trabalho compreende um trecho de 16 km da via, que vai do km 20, a entrada do município de Iranduba, ao km 36, e deve ser concluída até o mês de setembro, empregando mais de 250 pessoas. “Uma estrada como essa, revitalizada, garante mais segurança e tranquilidade para quem trafega aqui além de ajudar a desenvolver toda essa região”, afirmou Almeida.

Com a presença do prefeito de Manacapuru, Beto Dangelo, e do prefeito em exercício de Iranduba, Eduardo da Pesca, o governador ainda anunciou que fará a revitalização do sistema viário dos dois municípios. “Temos projetos para todo o interior e já nos próximos 20 dias devemos abrir licitação para essas duas cidades”, garantiu.

Na ocasião, o governador ainda anunciou que fará a revitalização do sistema viário dos dois municípios

Municípios

Para o prefeito de Manacapuru, a duplicação é sinônimo de reforço para a economia da região. “Temos uma produção rural muito forte e nosso escoamento é essencial para o ganho de nossos produtores. Com a estrada melhorada, vamos poder potencializar a logística”, afirmou Beto.

Já Eduardo da Pesca fez questão de reforçar o aspecto social da atenção dada pelo Governo do Amazonas ao município do qual ele, hoje, é prefeito. “Essa parceria e cuidado com as nossas ruas demonstra que o governador David Almeida está realmente preocupado em fazer o melhor pelo povo do Estado”, completou.

A duplicação de 78,14 km da Rodovia AM-070, o trecho da estrada que liga Iranduba e Manacapuru, recebe o investimento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), do Proinvest e do Tesouro Nacional. A obra está orçada em R$ 279.642.517,36 e tem prazo de conclusão para junho de 2018. Até agora, 18 km da obra já foram concluídos.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

grupo
Subir