Política

Cunha irá se defender pessoalmente no Conselho de Ética, diz defesa

A defesa de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) afirmou nesta terça-feira (17) que o presidente afastado da Câmara dos Deputados irá se defender pessoalmente no Conselho de Ética, na sessão desta quinta-feira (19).

Cunha responde a processo de cassação sob a acusação de ter mentido na CPI da Petrobras, quando negou ter contas fora do país. O relator do caso, Marcos Rogério (DEM-RO), também irá incluir em seu parecer a acusação de recebimento de propina desviada da estatal.

A ida ao Conselho nesta quinta marcará a volta de Cunha ao Congresso pela primeira vez desde que foi afastado pelo Supremo Tribunal Federal no último dia 5. A sessão deverá também marcar o encerramento da instrução do processo. Rogério apresentará seu parecer, que deve ser pela cassação, até o final do mês.

A expectativa do conselho é a de que o caso de Cunha seja votado no plenário da Câmara em meados de junho, mas o peemedebista vai recorrer à Comissão de Constituição e Justiça, o que pode alterar esse cronograma.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir