Dia a dia

Cuidados simples podem evitar incêndios residenciais

Pequenas ações de precaução podem evitar grandes incêndios, além de prejuízos materiais – foto Diego Janatã

Pequenas ações de precaução podem evitar grandes incêndios, além de prejuízos materiais – foto Diego Janatã

Fiação elétrica comprometida, botija de gás, produtos químicos e inflamáveis são alguns itens que podem contribuir para a ocorrência de incêndios domésticos e que na maioria dos casos podem ser evitados, com pequenas ações de precaução que qualquer pessoa pode executar em casa. Nas últimas semanas vários casos de sinistros em residências foram atendidos pelo Corpo de Bombeiros, em diversas áreas de Manaus.

De acordo com o tenente do Corpo de Bombeiros, Janderson Lopes, algumas das ocorrências atendidas pelas equipes da corporação envolviam aparelhos de ar-condicionado, por falta de cuidados simples.

“As pessoas saem de casa e deixam o aparelho ligado. A fiação às vezes não suporta a tensão provocada pelo ar-condicionado, que é muito alta comparada ao outros aparelhos domésticos”, observa o bombeiro militar. Em situações desse tipo, segundo ele, a pessoa deve se certificar de que a fiação elétrica usada está de acordo com a tensão provocada pelo aparelho e que possa suportar picos de energia.

Com exceção de freezers, geladeiras e bebedouros, destaca o tenente dos Bomeiros, não é aconselhável deixar os aparelhos movidos à energia elétrica ligados ao sair de casa, como ar-condicionado, ferro elétrico, ventiladores, televisões, aparelhos de som, entre outros.

Cozinha

Outra situação corriqueira citada pelo tenente Janderson Lopes é deixar o fogão com as bocas acesas e acabar esquecendo a panela no fogo. O líquido da panela seca, provocando o princípio de incêndio.

Os cuidados com a botija de gás devem ser redobrados, a começar pelo lugar correto de armazenamento da carga que deve estar sempre em lugar arejado na parte externa do imóvel.

Em caso de vazamento, a pessoa deve imediatamente colocar a botija para fora da casa e, em hipótese alguma, ligar qualquer tipo de aparelho como celular, lâmpada ou objeto que produza faíscas, como isqueiro, fósforo e acendedores.

Telefone

Por falar em aparelho celular, o objeto pode parecer inofensivo à primeira vista, mas é um potencial causador de incêndio se não forem tomadas as devidas cautelas em relação a ele. Não deixar o celular carregando sobre superfícies que pegam fogo facilmente como lençóis, travesseiros, roupas, sofás, entre outros, é uma delas. Outra providência é certificar-se de que o carregador não está aquecendo excessivamente. Se estiver, o risco de um incêndio é eminente.

Por Joandres Xavier

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir