Saúde e Bem Estar

Cuidados com a saúde bucal devem ser redobrados na gravidez

 

Estudos indicam que mulheres que possuem complicações odontológicas têm mais chances de um parto prematuro – Divulgação

Durante a gravidez, os cuidados com a saúde da boca devem ser redobrados. Pesquisadores da Universidade Federal de Juiz de Fora (MG) acompanharam a rotina de 88 gestantes e descobriram que 83% delas apresentaram algum problema periodontal, como inflamações ou infecções na gengiva. “Isso ocorre porque a mulher está com uma maior produção de hormônio, o que contribui para a entrada de bactérias na gengiva”, explica Rosane Menezes Faria, dentista da Caixa Seguradora Odonto.

Algumas complicações são mais prováveis de ocorrer durante essa fase da vida da mulher, como a gengivite, doença periodontal, e erosões dentárias em decorrência de vômitos. Além disso, estudos realizados pela Unifesp indicam que mulheres que possuem complicações odontológicas durante a gravidez têm mais chances de um parto prematuro.

“As bactérias que estão causando a inflamação da gengiva podem entrar na corrente sanguínea e consequentemente chegar ao líquido amniótico e placenta, induzindo um parto antecipado”, alerta Rosane.

Abaixo, a dentista elenca dicas para não ter complicações odontológicas na gravidez. Confira:

Assim como ir em outros especialistas, a grávida precisa ir ao dentista – Reprodução

1. Para começar, quando se planeja uma gravidez, a ida ao dentista deve ser tão importante quanto a ida aos médicos. Uma análise completa da boca e tratamentos realizados antes da gestação pode evitar complicações durante os nove meses e posteriormente. Também vale lembrar que o acompanhamento com o dentista poderá ser feito durante todo o período da gestação. No caso de uma gravidez não planejada, é imprescindível consultar o dentista logo após a descoberta.

2. A boca ressecada é um sintoma comum entre as gestantes, por isso, manter-se hidratado e praticando a escovação 3 vezes ao dia pode ser ideal para evitar a infecção bucal. Mascar gomas sem açúcar também pode ajudar na produção da saliva.

3. Nos primeiros meses, muitas mulheres sentem enjoos e possuem náuseas com mais frequência. Os vômitos, principalmente se ocorrerem em excesso, fazem com que o ácido do estômago entre em contato com os dentes e gengivas, também causando problemas odontológicos, como a erosão dos dentes, por exemplo. Nessa fase, é importante realizar a limpeza bucal em todas as ocorrências, preferencialmente com enxaguante com flúor, para manter a acidez sob controle.

4. O uso de fio dental é ainda mais importante durante a gravidez. É bom lembrar que durante a limpeza não deve ocorrer sangramentos, se isso acontecer, é sinal de anormalidade e o dentista deve ser procurado.

EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir