Esportes

Cruzeiro vence Bragantino e vai às oitavas

Agora o Cruzeiro aguarda o vencedor de Flamengo e São Caetano – Reprodução/Facebook

O Cruzeiro deu o troco no Bragantino e alcançou mais um passo importante na busca pelo bicampeonato da Copa São Paulo de Juniores. Após ser derrotada na fase de grupos, a equipe mineira voltou a enfrentar o Massa Bruta, agora em jogo válido pela terceira fase da competição. Mas desta vez o resultado foi favorável.

Com gols de Thonny Anderson, Vitinho e Rick Sena, a Raposa venceu por 3 a 0 e avançou às oitavas de final da Copinha. Agora o Cruzeiro aguarda o vencedor de Flamengo e São Caetano, que ainda jogam nesta sexta-feira.

Já o Bragantino, apesar da derrota, também conseguiu se classificar conforme o regulamento, já que terminou a terceira fase com a melhor campanha entre os times perdedores. Desta forma, a equipe paulista irá enfrentar o Juventude nas oitavas de final.

Para construir a vitória, o Cruzeiro aproveitou o início de cada tempo e pegou o adversário praticamente ainda frio em campo. Nos primeiros minutos de jogo, a jogada celeste começou com o rápido arremesso de lateral e contou com a força, velocidade e categoria de Thonny Anderson para ganhar de dois zagueiros e abrir o marcador com muita tranquilidade.

Ainda sem ter jogado no estádio Baetão, o Bragantino estranhou o gramado sintético, mas reagiu bem ao gol sofrido. O time só não contava com a pontaria descalibrada e as ótimas intervenções do goleiro Jonathan. Por duas vezes, o goleiro impediu o empate, salvando duas finalizações cara a cara com o adversário.

O segundo tempo mal tinha começado e o Cruzeiro tratou logo de garantir sua classificação. Vitinho (que já havia marcado um golaço contra o Bahia) arrancou do meio-campo, passou por três oponentes, invadiu a área e tocou no canto direito do goleiro. 2 a 0 Cruzeiro.

Golaço que deixou o Bragantino sem forças para uma reação e deu total tranquilidade para o Cruzeiro começar a pensar no próximo jogo, valorizar a posse de bola, poupar desgaste físico e apenas administrar o triunfo. Mas ainda cabia mais antes do apito final. Rick Sena entrou em campo e deixou o dele após ganhar a disputa com Caio Talarico e tocar na saída do goleiro. 3 a 0 e fim de papo, mas sem eliminação para nenhum dos lados em campo.

Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir