Esportes

Croata punido por grito considerado nazista será auxiliar da seleção

A seleção croata de futebol terá como auxiliar-técnico um ex-jogador punido em 2013 por uma atitude considerada de cunho nazista. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (21).
Na ocasião, o ex-zagueiro Josip Simunic celebrou a classificação para a Copa de 2014, obtida na repescagem contra a Islândia, com um grito utilizado pelo Ustase, que governou o país durante a ocupação alemã na Segunda Guerra. Ele foi punido por dez jogos e não pôde jogar a Copa realizada no Brasil.
Simunic, que jogou duas Copas do Mundo e se aposentou no fim do ano passado, será o assistente do técnico Ante Cacic, também anunciado nesta segunda, após a demissão de Niko Kovac.
A Croácia também esteve envolvida em uma polêmica nas eliminatórias para a Eurocopa de 2016. Na partida contra a Itália, em junho, o desenho de uma suástica foi visto no gramado do estádio Poljud, em Split (segunda maior cidade do país).
Os croatas foram punidos com dois jogos sem a presença de sua torcida e perderam um ponto. A seleção está em terceiro lugar no grupo H, quatro pontos atrás da Itália e a dois da Noruega.
Apenas os dois primeiros se classificam diretamente para a Eurocopa, que será realizada na França, em junho do ano que vem.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir