Sem categoria

Criança morre após passar mal em escola; família denúncia demora no resgate

Após demora do Samu, criança morre ao dar entrada no HPS Platão Araújo - foto: Josemar Antunes

Após demora do Samu, criança morre ao dar entrada no HPS Platão Araújo – foto: Josemar Antunes

Uma criança de 10 anos de idade, aluna da Escola Estadual Letício de Campos Dantas, localizada no loteamento Fazendinha, bairro Cidade de Deus, Zona Norte, morreu na manhã desta terça-feira (2), após passar mal, dentro da unidade de ensino.

Funcionários e professores chegaram a prestar os primeiros socorros à criança e acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), por volta das 8h, mas o serviço de socorro não chegou até a unidade de ensino, segundo o familiar da criança.

De acordo com o tio da criança, Tony Duran Vitor, 46, após 40 minutos de espera pelo socorro, funcionários decidiram levar a pequena Vitória Lorena Oliveira do Nascimento para uma  unidade hospitalar. No trajeto, interceptaram uma unidade móvel do Samu, na avenida Camapuã, que levou a criança para o Hospital e Pronto Socorro (HPS) Platão Araújo, na Zona Leste da cidade.

“Houve muita demora no atendimento de socorro à minha sobrinha, que devido a esta omissão já chegou sem vida no hospital”, lamentou o tio da criança.

A direção do hospital confirmou que a criança chegou morta a caminho da unidade, por volta das 9h.

Na incerteza das causa da morte, a família solicitou o laudo da direção do hospital. Conforme o tio da criança, a direção explicou à família que não podia emitir um laudo preciso sobre o que aconteceu e nem poderia encaminhar a criança para o Instituto Médico Legal (IML).

“A família entrou em comum acordo com o hospital e decidimos levar a criança em um carro da funerária até o IML para que pudéssemos saber as causas da morte”, explicou Tony.

O tio da criança ressaltou que só foi possível realizar esse procedimento porque um membro da família  é amigo de um médico legista, que entrou em contato com o colega de profissão para que fizesse a necropsia.

O laudo preliminar do IML apontou meningite, mas a causa da morte será definitivamente concluída até a próxima sexta-feira (5) pela Fundação de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado – FMT- HVD, situada no bairro Dom Pedro, Zona Oeste, que recebeu o relatório.

Em nota, a assessoria de comunicação da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) confirmou que, “na manhã desta terça-feira (2), a estudante Vitória Lorena Oliveira Nascimento, matriculada no 6º ano do ensino fundamental da escola estadual Letício Campos, veio a óbito após dar entrada no Hospital Pronto Socorro Platão Araújo”.

Ainda de  acordo com a direção da escola, após adentrar , hoje, na unidade de ensino, por volta das 7h15, a aluna queixou-se de uma forte dor de cabeça e desmaiou subitamente.

“Como providência, a direção da escola acionou de imediato o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e um dos professores de educação física da instituição realizou o atendimento em primeiros socorros. Ao notificar que os batimentos cardíacos da aluna estavam alterados, professores da escola levaram-na, em um carro, ao encontro da ambulância do SAMU que até então se dirigia à escola”, finalizou.

O velório será realizado na igreja evangélica Assembleia de Deus Ministério Primitiva, na rua Penetração 2, localizada na comunidade onde morava.

Por Josemar Antunes (especial EM TEMPO Online)

1 Comment

1 Comment

  1. kirito

    2 de junho de 2015 at 20:43

    e o colegio nao vai ser interditado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir