Dia a dia

Criança de três anos morre afogada em balneário, em Parintins

DelegaciaParintins

Além do garoto que morreu afogado, a polícia registrou ainda cerca de 30 assaltos à mão armada em Parintins – foto: divulgação

Parintins (AM) – O garoto Nickson dos Santos Oliveira, de três anos, morreu afogado no lago do Zé Açu, Zona Rural de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), próximo a um balneário. O caso ocorreu no domingo (23), quando o pequeno brincava com amigos às margens do lago. Ele chegou a desaparecer por alguns minutos, e, quando foi localizado pelas pessoas que estavam próximas, o mesmo já estava morto por afogamento, segundo a autopsia do corpo.


A vítima, que residia no bairro da Castanheira, Zona Leste da cidade, estava a passeio no local com a mãe, tios e primos.

Um dos tios de Nickson, que pediu que o seu nome não fosse revelado, disse ao EM TEMPO que o garoto brincava num local raso do lago cerca de um metro da margem.
“Ele estava brincando de mergulhar, mergulhou várias vezes e de repente ele não voltou, corremos e o retiramos do rio, mas ele não resistiu, foi tudo muito rápido.

Os pais do garoto, Kedson Soares de Oliveira e Rocilene Lima dos Santos, estavam em estado de choque e foram internados no Hospital Regional Jofre Cohem.

O pequeno Nickson é a segunda criança a morrer por afogamento no espaço de uma semana. No domingo dia 17 deste mês, Lohan Farias, de quatro anos de idade, também morreu afogado quando tomava banho nas margens do lago do Macurani, ao tentar apanhar um brinquedo no fundo do lago.

Mais duas mortes

Além da morte de Nickson, a polícia em Parintins registrou mais duas mortes. A primeira um homicídio. O marítimo Alex Fonseca Melo, 24, foi morto com três facadas pelo individuo Mariney Corrêa, 31. Mariney confessou o crime e já está na Unidade Prisional de Parintins à disposição da Justiça.

A segunda morte foi no trânsito. A adolescente Katrine Alfaia, 15, morreu durante a colisão da motocicleta que dirigia com um caminhão que transportava telhas.

Katrine teve afundamento de crânio. O condutor do caminhão está preso. Ele teria feito uma manobra repentina causando o acidente.

A polícia registrou ainda cerca de 30 assaltos à mão armada em Parintins, além de arrombamentos e furtos em residências e lojas da cidade.

Por Tadeu de Souza

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir