Sem categoria

Criança de cinco anos morre carbonizada durante incêndio em residência no Prosamim

O incêndio começou após as crianças atearem fogo em um colchão - foto: Ione Moreno

O incêndio começou após as crianças atearem fogo em um colchão – foto: Ione Moreno

Everton Rodrigues Cena, de 5 anos,  morreu carbonizado na tarde desta sexta-feira (18), após a residência em que morava com a família, na rua 1 de maio, bairro Santa Luzia, no Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus ( Prosamim), pegar fogo.

Incendio Prosamim 5

As crianças brincavam no quarto no momento do sinistro – foto: divulgação/ Corpo de Bombeiros

De acordo com o irmão da vítima, Fábio Rodrigues Sena ,18,  o menino de cinco anos brincava com o irmão Breno Rodrigues Sena, de três, em um dos quartos do apartamento, com uma caixa de fósforos. As crianças atearam fogo no colchão e as chamas se alastraram rapidamente para todos os cômodos da casa.

No momento do sinistro, os meninos estavam na companhia de Fábio, que percebeu o  que estava acontecendo  após  inalar bastante fumaça. Na residência morava um casal,  Iraguaci Cardoso Sena,40, e Maria Rosalina Rodrigues Conrado,39,  e os três filhos. O pequeno Everton não resistiu aos ferimentos e morreu na hora.

Já a garotinho de três anos, conforme a Secretaria de Saúde do Estado (Susam), teve escoriações pelo corpo e foi atendido no Pronto-Socorro da Criança da Zona Sul. Após o atendimento ambulatorial, a criança recebeu alta.

A criança de 3 anos foi resgatada com a ajuda de uma vizinha - foto: Ione Moreno

A menina de 3 anos foi resgatada com a ajuda de uma vizinha – foto: Ione Moreno

Segundo a vizinha da família, a dona de casa Paula Gonçalves, 23, ela conseguiu salvar o menino. “Carreguei o  menor no colo, mas não consegui  salvar o menino de cinco anos, mas ele não teve culpa. É só uma criança! Isso é lamentável”, disse a dona de casa.

A vó paterna Anésia Carvalho, 64,  disse que ficou sabendo da fatalidade pelos vizinhos. “Fiquei sabendo dessa tragédia por um dos vizinhos. Estava cansada de avisar para nunca deixarem as crianças sozinhas. Só de vez em quando que a mãe dele  o deixava na minha casa. Ele era um menino bom, carinhoso, uma criança normal”, contou.

De acordo com o tenente Martins Costa, do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas, a estrutura do teto da residência, que tem em sua composição isopor, contribuiu para que o fogo se espalhasse rapidamente. Duas viaturas do equipe estiveram no local.

A área foi isolada para que a perícia  fizesse a vistoria no imóvel. O Serviço de Atendimento Móvel Samu (Samu) foi acionado e encaminharam  Breno para uma unidade hospitalar da capital. Instituto Médico Legal (IML) está no local para  fazer a remoção do corpo.

Com informações de Luiz Henrique Oliveira

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir