Política

Criador do Curumim recebe moção de aplausos na Câmara Municipal de Manaus

O Curumim circula encartado como suplemento infantil nos jornais de Manaus há 33 anos - foto: divulgação

O Curumim circula encartado como suplemento infantil nos jornais de Manaus há 33 anos – foto: divulgação

Após o ‘Curumim, o último herói da Amazônia’, receber a placa que torna o personagem infantil Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Amazonas,  na Assembleia Legislativa do Estado,  na última terça-feira (12),  o jornalista e  diretor de redação do EM TEMPO, Mário Adolfo também foi homenageado com uma moção de aplausos  nesta quarta-feira (13) na Câmara Municipal de Manaus (CMM).

A homenagem, aprovada por unanimidade pela casa legislativa, foi concedida pela vereadora, professora Jacqueline (PHS), ao jornalista e criador do indiozinho.

Na justificativa da moção, a parlamentar relatou a importância do suplemento infantil que circula encartado nos jornais de Manaus há 33 anos.

O documento ainda descreve que, ao longo de três décadas o Curumim virou cartilha educativa sobre a história do Amazonas  lançada na Suécia, em 1988, teve quadrinhos  publicados na coletânea “Curumim,  o último herói da Amazônia,  lançado na feira do Serviço Social do Comércio (Sesc), em 1993; contou a história em quadrinhos no livro A.E.I. Ópera, lançado pela Secretaria de Cultura (SEC), na Bienal  Internacional do Livro, no Rio de Janeiro, em 2000; foi o mote da campanha de conscientização do Festival de Parintins – Curumim Contrário ao Lixo, em 2013; através de quadrinhos,  foi lançada a história do livro na I Bienal do Livro do Amazonas  – Curumim conta História do Livro, em 2012; o indiozinho também foi tema da  30ª edição da Feira de Livro, do Sesc, em 2015.

Por Kattiúcia Silveira

 

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir