Mundo

Cresce no Senado dos EUA apoio a projeto que libera viagens a Cuba

O projeto de lei que pode colocar fim às restrições que enfrentam os turistas americanos que viajam a Cuba já reuniu mais de 43 apoiadores no Senado dos EUA. Com isso, crescem as chances de ele ser aprovado pela casa, que tem cem cadeiras.

A proposta foi feita em janeiro deste ano por um grupo bipartidário de senadores após o anúncio da reaproximação entre Cuba e EUA.

O jornal ‘The New York Times’ expressou seu apoio ao projeto de lei em um editorial publicado neste sábado (20).

REGRAS

As viagens à ilha caribenha são feitas por agências de viagem com permissão especial do governo. Até este ano, elas só eram autorizadas para cubanos e seus familiares vivendo nos EUA, jornalistas e pessoas envolvidas em atividades acadêmicas ou religiosas.

A única categoria de turismo permitida era a chamada “people to people” [pessoa para pessoa], com foco no intercâmbio cultural entre os povos.

Em janeiro, Obama oficializou a autorização também para viagens com outros objetivos, como assistir a apresentações públicas e workshops e participar de competições esportivas.

O fim das restrições pode baratear os custos das viagens, que hoje são feitas por aviões fretados, já que permitiria a operação de voos comerciais para a ilha.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir