Holofotes

‘Creio que estava acima de 130 km/h’, diz motorista de Cristiano Araújo

Ronaldo Miranda Ribeiro, motorista de Cristiano Araújo, falou pela primeira vez sobre a noite do acidente que causou a morte do cantor, há quase dois meses. “Creio que estava acima de 130 quilômetros por hora”, afirmou, em entrevista a Geraldo Luís, na Record.

Ele disse que o cantor e a namorada, Allana, não usavam cinto de segurança no momento do acidente. “Ele gostava de ir deitado no colo dela. Quando ele sentava na frente, eu nem precisava pedir. Ele [Cristiano] entrava e já o colocava. Mas atrás, ele ia deitado com ela. Infelizmente, eles estavam sem o cinto de segurança”, explicou.

Para o motorista, a causa do acidente é clara: “Tenho certeza de que o pneu furou. A gente ouviu o barulho de andar com o pneu furado, murcho. Quando eu pensei em parar, [o carro] já fugiu do controle, fugiu da minha mão. Lembro só da primeira capotagem, depois não vi mais nada”, detalhou.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir