Esportes

Corte rejeita pedido da Rússia e atletismo fica fora dos Jogos Olímpicos

A Corterbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) informou nesta quinta-feira (21) que a Rússia não terá representantes do atletismo nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Por meio de comunicado, a Corte anunciou seu veto ao pedido do Comitê Olímpico Russo para permitir a participação de 68 atletas da modalidade na competição, em agosto.

Em novembro do ano passado, a Federação Internacional de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês) suspendeu toda a Federação de Atletismo da Rússia depois que a corredora russa Yulia Stepanova denunciou um grande esquema de doping envolvendo atletas da modalidade no país. A punição foi confirmada em, novembro e em junho deste ano. Em julho, o Comitê Olímpico Russo entrou com pedido junto à CAS para a liberação dos competidores nos Jogos do Rio.

Já no último dia 15, um grupo formado por 67 esportistas do atletismo russo entrou com recurso contra a decisão da IAAF de negar pedido para que eles pudessem competir nos Jogos Olímpicos Rio 2016 como atletas neutros, sem a bandeira da Rússia. O recurso, conforme comunicado divulgado hoje, também foi vetado pela Corte. Na decisão, a CAS se refere aos esportistas como “inelegíveis” para as olimpíadas este ano.

Até o momento, apenas uma esportista do atletismo russo recebeu sinal verde da IAAF para participar da competição no Rio de Janeiro este ano: Darya Klishina, que treina nos Estados Unidos. Ela poderá competir nos Jogos como atleta neutra.

Delatora do escândalo de doping na Rússia, Yulia Stepanova também poderá competir nas mesmas circunstâncias. Ela chegou a ser banida do atletismo, em 2013, por dois anos, após caso confirmado de doping.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir