Sem categoria

Corpo de homem que caiu de barco em Parintins é encontrado boiando no rio Mamuru

O corpo de Weleson foi localizado boiando no rio na manhã desta segunda-feira (18) - foto: divulgação/Corpo de Bombeiros

O corpo de Weleson foi localizado boiando no rio na manhã desta segunda-feira (18) – foto: divulgação/Corpo de Bombeiros

Weleson Gomes da Silva, 25, desaparecido desde o último sábado (16), após cair de uma embarcação no rio Mamuru, próximo à comunidade rural de Santo Acácio (a 369 quilômetros da capital),  foi encontrado pela equipe da 3ª Companhia Independente Bombeiro Militar (CIBM), na manhã desta segunda-feira (18), por volta de 10h30.

O corpo da vítima foi conduzido, no início da tarde desta segunda, até o Instituto Médico Legal (IML) de Parintins para exames de necropsia, onde familiares aguardavam a chegada.

Acidente

Segundo informações do irmão da vítima, identificado como Alessandro Gomes da Silva, 21, a embarcação levava uma equipe de futebol feminina para a comunidade Ponte Alta, quando o barco fez uma manobra para realizar a travessia do rio Mamuru e Weleson, que se encontrava embriagado, desequilibrou-se do toldo da embarcação caindo nas águas escuras do rio.

“Ainda chegamos a pedir que Weleson saísse do toldo (parte superior) do barco por estar embriagado, mas ele não nos deu ouvidos, e após a manobra da embarcação ele caiu no rio”, contou o irmão da vítima.

Buscas

As buscas pela vítima iniciaram pelos próprios parentes que se encontravam na embarcação, mas sem êxito devido às condições do rio. No início da manhã de domingo (17), a 3ª Companhia Independente Bombeiro Militar (CIBM) do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) iniciaram as buscas com uma equipe de mergulhadores, além do apoio de uma lancha da Marinha Brasileira durante as operações de resgate que tiveram o encerramento no fim da tarde de domingo.

Na manhã desta segunda-feira (18), as buscas pela vítima iniciaram sob o comando do cabo bombeiro militar Pinheiro e do mergulhador da corporação cabo Lívio, além do soldado Ronney, que localizaram o corpo da vítima boiando.

Por Josemar Antunes (especial EM TEMPO Online)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir