Sem categoria

Corpo travesti é encontrado com sinais de violência, em prédio abandonado na Zona Centro Sul

CORPO-NÃO-IDENTIFICADO-EM-PREDIO-3

O proprietário relatou EM TEMPO Online que o prédio por está abandonado e serve de abrigo para usuários de drogas e marginais – foto: Arthur Castro

 

O corpo de um travesti identificado apenas  como ‘Maria do Bairro’ foi encontrado dentro de um prédio de dois andares, abandonado, localizado na esquina das avenidas Darcy Vargas e Djalma Batista, no bairro Chapada, Zona Centro-Sul, com marcas de agressão.

O próprio do prédio, o empresário Waldomiro Pessoa, 60, foi quem encontrou o corpo por volta das 14h de ontem (9), quando foi ao local fazer limpeza.

“O corpo estava deitado de bruços com os joelhos dobrados. Vestido com uma cueca e uma camisa regata. No momento em que vi, recuei e fui até o meu escritório e acionei a polícia. O cheiro estava muito forte, não quis mais nem voltar lá e chegar perto”, disse Waldomiro.

A perícia constatou parcialmente que o corpo estava com sinais de agressão na cabeça, provavelmente causada por paulada. A informação será confirmada após o exame completo feito no Instituto Médico Legal (IML).

Segundo os investigadores da Polícia Civil, os primeiros indícios apontam que o homem foi assassinado a pauladas e depois arrastado até o local onde foi encontrado. No chão havia rastro de sangue.

Os investigadores disseram ainda que detalhes encontrados no corpo como corte de cabelo, traje, brincos, alguns pertences pessoais e a posição da cueca da vítima, apontam que se trata de um travesti e, no momento do crime, estava provavelmente praticando ato sexual.

De acordo com estimativa da Polícia Civil, o crime havia acontecido durante a madrugada de quarta-feira (9). Moradores conseguiram identificar o travesti, que na área é conhecido como Maria do Bairro.

O churrasqueiro Jair dos Santos, 34, pediu que fosse tomada providências no prédio que virou abrigo para moradores de rua e viciados. “Aqui entra e sai malandro. O dono tem que dar um jeito nisso aí. Tanto é perigoso para mim morador, quanto para pessoas que passam aqui. Gente que vai para o shopping, para faculdade. Isso aqui virou ponto de usuários de drogas, alcoólatras. Já houve assaltos aqui nessa frente. Esse já é o terceiro corpo em encontrado nesse prédio, então a gente pede segurança porque fica perigoso, ” concluiu.

O crime agora será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Deram apoio policias militares, além da Polícia Técnico Científica que esteve no local. O IML removeu o corpo.

 

Por Joandres Xavier

 

1 Comment

1 Comment

  1. Andreza

    10 de março de 2016 at 08:29

    Por favor, passem um pente fino de revisão antes de postar um texto com tantos erros ortográficos e de concordância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir