Sem categoria

Corpo de ex-cabo da PM é encontrado alvejado dentro de rede, em Iranduba

A vítima foi encontrada morta por volta das 7h, pelo amigo de trabalho- foto: divulgação

A vítima foi encontrada morta por volta das 7h, pelo amigo de trabalho- foto: divulgação

O corpo do ex-cabo da Polícia Militar (PM) Moacir Pereira de Carvalho, 45, foi encontrado dentro de uma rede, nesta manhã de sábado (06), alvejado por dois tiros de escopeta. Os tiros atingiram a cabeça e o peito da vítima que trabalhava como segurança em um terreno no quilômetro cinco da rodovia Manoel Urbano (AM-070), onde foi assassinado.

A vítima foi encontrada morta por volta das 7h, pelo amigo de trabalho que iria rendê-lo, no local. De acordo com a polícia, o crime não se trata de um latrocínio, uma vez que nada foi roubado de policial.

O sargento da PM Luiz Humberto da Silva, disse que chegou no terreno para trocar de turno com a vítima, uma vez que o ex-cabo trabalhava como vigia à noite, no local. “Esse terreno aqui é de uma reintegração de posse, e sempre tem briga com outras pessoas que querem invadir. Para prevenir que esses invasores não quebrem as máquinas, o Moacir ficava aqui para vigiar”, disse Silva.

Segundo o sargento, Moacir foi expulso da corporação em dezembro de 2014 e, desde então, trabalhava no local. “Eu não sei o motivo que teriam para matar meu amigo. Nós conversamos esses tempos e ele não relatou nenhum tipo de ameaça. Não sei se pode ter ligação com as brigas por terra”, disse o sargento.

Segundo o investigador da Polícia Civil, Coelho, há indícios que o ex-cabo estava sentando na rede onde dormia quando foi alvejado. Os pertences da vítima não foram roubados pelos suspeitos.

A Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS) trabalha com a hipótese de acerto de contas, mas não soube informar o motivo.

Por equipe EM TEMPO com informações de Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir