Dia a dia

Corpo de Bombeiros receberá recursos do Cemaam para reforçar combate a queimadas

O Conselho Estadual de Meio Ambiente (Cemaam) aprovou nesta quarta-feira (28), em caráter emergencial, a destinação de R$ 1.283.622,80 para ações de combate a queimadas em 14 municípios do Amazonas, conforme projeto apresentado pelo Corpo de Bombeiros do Amazonas (CBAM).

O recurso será aplicado na formação, estruturação e logística de brigadas de incêndio nos municípios inseridos na área contemplada pelo decreto de situação de emergência estabelecido pelo Governo do Estado, no início de outubro deste ano, por conta das queimadas.

Em cada município, o Corpo de Bombeiros aplicará em média R$ 95 mil para a formação de brigadas de incêndio. Serão 28 brigadas, com um total de 560 brigadistas, que estarão prontos para atender ocorrências de focos de calor. Cada município terá duas brigadas, cada uma com dez homens, ou seja, cada cidade ficará com 20 brigadistas.

A formação dos brigadistas, bem como a coordenação das ações de combate a queimadas ficará a cargo do Corpo de Bombeiros. No entanto, todos os procedimentos serão realizados em parceria com as prefeituras de cada município.

De acordo com o titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Antonio Stroski, que preside o Cemaam, é importante destacar que, apesar de ser uma ação emergencial, todo o trabalho que será realizado se tornará um legado permanente para os municípios. Todos os equipamentos, capacitação, entre outros itens, ressalta Stroski, ficarão para as prefeituras que poderão usar os recursos nos próximos anos já como preparação para o planejamento contra queimadas para 2016.

Entre os itens que deverão ser adquiridos com os recursos, estão os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), para que os brigadistas atuem com segurança, abafadores, bombas costais, além do custeio de alimentação, combustível, entre outros.

A destinação dos recursos passou por uma análise criteriosa dos conselheiros do Cemaam até ser aprovada. Ao término dos trabalhos, o Corpo de Bombeiros terá que prestar contas ao Cemaam e ao Tribunal de Contas do Estado (TEC-AM) assegurando a transparências do processo.

A iniciativa foi proposta pelo Centro Integrado de Multiagência de Combate ao Desmatamento e Queimadas no Amazonas (Cima-AM) composto pela Sema, Instituto de Proteção Ambiental do Amazona (Ipaam), Batalhão Ambiental da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil do Estado, além das prefeituras municipais.

Convênio

Os recursos serão repassados ao Corpo de Bombeiros por meio de um termo de convênio e serão utilizados na frente de trabalho de combate a queimadas, principalmente, nos próximos 45 dias. O documento tem a chancela da Sema e do Cemaam.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir