Esportes

Corinthians confirma saída de Sheik, e vê renovação de Guerrero muito difícil

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, confirmou nesta sexta-feira (22) que o atacante Guerrero não deverá ter seu contrato renovado com o clube. O jogador tem vínculo com a equipe do Parque São Jorge até 15 de julho.

“Estamos conversando com o Bruno [Paiva, agente do atacante]. Aviso que está muito difícil chegar a um consenso. Não é por falta de vontade do empresário, do Corinthians e do atleta. Todos gostariam que ele ficasse. Se não acontecer, o que é o mais provável, é porque o Corinthians não tem condição de fazer o que ele está pedindo”, disse o presidente corintiano.

“Gostaria muito de poder fazer, mas a situação que se encontra hoje, pela economia, pelas receitas menores, não tem como assumir compromisso. Ele é um jogador de alta qualidade”, acrescentou o dirigente antes de dizer que “sentirá falta do atacante”.

Na entrevista, Roberto de Andrade afirmou também que o atacante Emerson Sheik não terá seu vínculo com o clube renovado. O acordo vai até o dia 31 de julho.

“Em relação ao Sheik, nós, diretoria, comissão, conversamos com o atleta e achamos por bem não renovar. O contrato acaba em julho, e ele vai seguir a vida dele. O Corinthians agradece muito o que ele fez”, disse.

“Enquanto [Emerson] foi atleta do Corinthians, sempre fez o melhor, resolveu grandes jogos, que entraram para a história do Corinthians, como a final da Libertadores. É muito pouco falar que ele fez dois gols na final da Libertadores. Eu só tenho a agradecer”, completou.

Mesmo com a provável não renovação de contrato de Guerrero e a saída confirmada de Sheik, o técnico Tite afirmou que continuará usando os jogadores.

“Vamos utilizar o Emerson até o último dia. Com uma única ressalva de não iniciar os jogos porque projeta se uma equipe para a sequência. Então é incoerente eu estabelecer para ele iniciar os jogos. Tendo a necessidade vou colocar”, afirmou Tite, que projeta escalar o jogador como titular em sua última partida pelo clube.

“[Na última partida] Eu abro a perspectiva de utilizá-lo desde o início. Essa carta na manga eu guardo para mim”, acrescentou.

Se Emerson ficar até o final do seu contrato, ele atuará pela última vez no dia 26 de julho, quando o Corinthians visita o Coritiba. O último jogo do atacante no Itaquerão seria no dia 19, quando a equipe alvinegra enfrenta o Atlético-MG.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir