Esportes

Corinthians bate a Chapecoense e mantém vantagem na liderança

Após ser eliminado pelo Santos da Copa do Brasil, no meio da semana, o Corinthians voltou a mostrar a sua força fora de casa e venceu a Chapecoense por 3 a 1 na tarde deste domingo (30), pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com a quinta vitória longe do Itaquerão na competição nacional, a equipe do técnico Tite se manteve na liderança da tabela ao chegar aos 46 pontos e continuar a quatro de vantagem para o segundo colocado Atlético-MG, que venceu o Fluminense.

De quebra, o time alvinegro, que chegou ao resultado positivo com gols de Elias e Vagner Love, ainda no primeiro tempo, e Jadson, já no fim da etapa final, continuou com a sua série invicta e completou 13 jogos sem ser derrotado no Brasileiro.

Já a Chapecoense, que descontou com Bruno Rangel, ainda antes do intervalo, permaneceu com 28 pontos, na zona intermediária da classificação. Foi apenas a segunda derrota do time catarinense em casa na competição.

Partida

Mesmo fora de casa, o Corinthians não mudou a sua proposta de jogo: deixava a posse de bola com a Chapecoense para retomá-la sempre em contra-ataque. E, com os erros nos passes e na marcação dos donos da casa, o time paulista teve total domínio do primeiro tempo.

Antes dos 15 minutos, a equipe visitante já vencia o duelo por 2 a 0 após dois belos gols em descidas rápidas para o campo de ataque. Aos 9min, em contragolpe veloz, Renato Augusto arrancou e cruzou para Elias, que chutou de bate-pronto na grande área e abriu o placar para o Corinthians.

Aos 13min, após bela troca de passes no campo de ataque, Jadson passou para Uendel, que cruzou na cabeça de Vagner Love, de cabeça, fazer o seu sexto gol na competição nacional.

Com a facilidade na partida e o sol forte em Chapecó, os corintianos diminuíram o ritmo e jogo caiu bastante de qualidade. Assim, os donos da casa conseguiram equilibrar as ações da partida e rondar com mais frequência a grande área do Corinthians com cruzamentos e faltas laterais.

E, num descuido de marcação dos visitantes, a Chapecoense conseguiu descontar ainda antes do intervalo. Aos 47min, Apodi foi lançado nas costas de Guilherme Arana, que havia acabado de entrar no lugar de Uendel, lesionado, e cruzou rasteiro. A bola passou pelos zagueiros Gil e Felipe e sobrou para Bruno Rangel, de carrinho, diminuir o placar para a equipe catarinense.

A Chapecoense voltou dos vestiários com o meia Camilo no lugar do volante Elicarlos e, com isso, aumentou a sua presença ofensiva na etapa final. Logo aos 5min, Cássio evitou gol certo em cabeçada de Camilo na pequena área.

Porém, com o decorrer do tempo, o Corinthians conseguiu suportar a pressão inicial do adversário e voltou a equilibrar as ações no confronto. Jadson, aos 27min, quase marcou o terceiro gol do time, mas a bola bateu no travessão e saiu pela linha de fundo.

No fim, Tite tentou melhorar o contragolpe com a entrada de Rildo, que voltou a dar velocidade ao time visitante e sofreu um pênalti já aos 44min. O meia Jadson cobrou no meio e anotou o seu nono gol na competição, selando a vitória corintiana.

Chapecoense

Danilo; Apodi, Vilson, Neto e Dener; Elicarlos (Camilo), Bruno Silva, Cleber Santana, Tiago Luís (Wagner) e Ananias (Maranhão); Bruno Rangel.
T.: Vinícius Eutrópio

Corinthians

Cássio; Fagner, Felipe, Gil e Uendel (Guilherme Arana); Ralf; Jadson, Elias, Renato Augusto e Malcom (Rildo); Vagner Love (Danilo).
T.: Tite

Estádio: Arena Condá, Chapecó (SC)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence e Bruno Raphael Pires
Renda/Público: Não divulgados
Cartões amarelos: Elicarlos (CHA); Malcom (COR); Felipe (COR); Neto (CHA); Jadson (COR)
Cartões vermelhos: Não houve
Gols: Elias, aos 9min do 1º tempo; Vagner Love, aos 13min do 1º tempo; Bruno Rangel, aos 47min do 1º tempo; Jadson, aos 44min do 2º tempo

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir