Mundo

Coreia do Sul alerta para disparo de míssil balístico no Norte

A expectativa é que, na ocasião, o líder Kim Jong-un reforce que o poder militar e nuclear da Coreia do Norte - foto: divulgação

A expectativa é que, na ocasião, o líder Kim Jong-un reforce que o poder militar e nuclear da Coreia do Norte – foto: divulgação

A Coreia do Sul afirma que identificou, neste sábado (23), um míssil que foi disparado de um submarino pela Coreia do Norte em sua costa leste. O míssil balístico intercontinental (ICBM) percorreu cerca de 30 km.

O fato agrava as preocupações sulistas de que o país vizinho possa realizar testes nucleares ou lançar mísseis em maio, quando ocorre um congresso do Partido dos Trabalhadores -o primeiro realizado em 36 anos. A expectativa é que, na ocasião, o líder Kim Jong-un reforce que o poder militar e nuclear da Coreia do Norte.

Em dezembro do ano passado e no começo deste mês, a Coreia do Norte também testou lançamento de mísseis balísticos. A Coreia do Sul considera que as experimentações são os estágios iniciais de uma tentativa de aperfeiçoar as armas, o que seria uma séria ameaça aos vizinhos e aos Estados Unidos.

O Departamento de Estado norte-americano não comentou sobre os testes deste sábado, mas notou que disparos de mísseis balísticos são uma clara violação a múltiplas resoluções do Conselho de Segurança da ONU. “Pedimos que a Coreia do Norte freie as ações que podem desestabilizar ainda mais a região e que se concentre em tomar medidas concretas para cumprir compromissos e obrigações internacionais”, afirmou John Kirby, porta-voz do órgão.

Devido à série de testes com armas nucleares -como a bomba de hidrogênio, em janeiro, o Conselho de Segurança ONU aprovou, em março, as sanções mais duras contra a Coreia do Norte em duas décadas.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir