Esportes

Copa Jordan Fonseca abre calendário ciclístico no Amazonas

Cerca de 80 ciclistas são esperados para a disputa da primeira prova do ano – Divulgação

Na manhã do próximo domingo (19), a avenida das Torres, no Parque 10, Zona Centro-Sul da capital, será invadida por, aproximadamente, 80 ciclistas. Eles participam da Copa Jordan Fonseca de Ciclismo de Estrada (Speed), que abre o calendário amazonense da modalidade em 2017.

O evento será realizado pela Federação Amazonense de Ciclismo (Feciclam), que, uma semana depois, no domingo (26), já realiza a primeira etapa do Campeonato Amazonense de Mountain Bike (MTB), também na avenida das Torres, mas, desta vez, no canteiro central da via.

As duas provas fazem parte de um calendário previsto para acabar somente em dezembro. O planejamento da Feciclam é realizar, aproximadamente, 20 etapas até o fim do ano nas pistas e trilhas de Manaus e de municípios da região metropolitana.

E, este ano, além do Speed e do MTB, a federação vai reativar outra modalidade que ficou cerca de 15 anos sem provas oficiais. “Vamos resgatar o BMX. A ideia é realizar seis etapas, inicialmente na pista do (bairro) Nova Cidade”, revelou o presidente da entidade, Juliano Macanoni de Moraes.

As bicicletas de pneus finos, as chamadas speeds, correm no circuito de 3,5 quilômetros – Divulgação

Copa Jordan

A primeira disputada no ano acontece no domingo, quando as bicicletas de pneus finos, as chamadas speeds, correm no circuito de 3,5 quilômetros. “Dependendo da categoria, é calculado por hora pedalada e mais duas voltas”, explicou Macanoni.

Devido ao falecimento recente do ex-presidente da Comissão Amazonense de Ciclismo, Jordan Fonseca, a federação resolveu reunir as três primeiras etapas da modalidade em uma “copa”. “Foi uma maneira de homenageá-lo”, ressaltou o presidente da Feciclam, lembrando dos anos que Jordan dedicou às duas rodas no Estado.

“Todas essas provas são válidas para o ranking estadual, que gabarita o atleta para as seleções amazonense de ciclismo de estrada e de moutain bike”, explicou Macanoni.

Rebeca agora mora na França, onde compete por uma equipe do país – Divulgação

Ansiedade

O engenheiro civil Cássio Augusto Stremel, 33, faz parte da seleção Amazonense, vice-campeã da Copa Norte/Nordeste de Ciclismo de Estrada. Ele está ansioso para o próximo domingo. O atleta vai competir na elite da Speed e ainda no dia 26, na elite do moutain bike. Segundo ele, essas provas servem como treino para competições nacionais.

“Estou ansioso, sim. Tenho metas ambiciosas para speed este ano: a Copa Norte/Nordeste, em agosto, no Maranhão; o Campeonato Brasileiro de estrada, que será na Paraíba, em julho; e o Brasil Ride, que é uma das maiores provas de MTB do mundo, em outubro, na Bahia”, enumerou Stremel.

Outra atleta que ficou feliz com o início do calendário ciclístico do Amazonas foi Rebeca Fonseca. A atleta agora corre em campeonatos franceses após fazer história no Estadual e em outras competições regionais pelo Brasil. “O Campeonato Amazonense, a cada ano, está evoluindo. Quanto mais competições você tem, maior é o nível dos atletas, porque cada competição também serve como treino”, defendeu Rebeca, que falou com PÓDIO direto da França, onde compete por uma equipe local.

“Fui campeã amazonense em 2010, 2013, 2014 e 2015. No moutain bike eu participei pouco, mas fui campeã em 2014 e 2015. Eu espero, quando voltar, que tenham mais meninas competindo”, lembrou a ciclista.

Márcio Azevedo
EM TEMPO

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top