Esportes

Contrato de Robinho com o Atlético-MG prevê renovação automática

Robinho deseja renovar o contrato com o Atlético-MG e já deixou essa vontade clara aos diretores – Divulgação

Nesta terça-feira (24) Robinho não vai participar do treino na Cidade do Galo. Mas por um bom motivo. O atacante está com a seleção brasileira que vai enfrentar a Colômbia, nesta quarta-feira (25), no Rio de Janeiro, no jogo em homenagem às vítimas do acidente aéreo com a Chapecoense, que aconteceu no final do ano passado. No que depende da vontade da diretoria do Atlético-MG, Robinho ainda vai ficar por muito tempo na Cidade do Galo.

O clube já sinalizou para o jogador e para sua advogada, Marisa Alija, o desejo de renovar o vínculo por pelo menos mais uma temporada. O contrato atual de Robinho com o Atlético-MG vai até dezembro e tem uma cláusula de renovação por uma temporada. Inclusive, essa cláusula foi pedido do staff do jogador, que ano passado queria um acordo por três temporadas, não por duas, como assinado na época. No entanto, para que o contrato seja estendido até o fim de 2018, é preciso que as duas partes façam alguns acertos.

Algo que deve acontecer nos próximos meses. Apesar de existir o interesse do Santos em ter o atacante novamente a partir do ano que vem, a reportagem apurou que Robinho deseja renovar o contrato com o Atlético-MG e já deixou essa vontade clara aos diretores atleticanos. Em novembro do ano passado, o atacante declarou até que estava disposto a reduzir o salário para seguir em Belo Horizonte.

“Pode ser também. A gente conversaria, não tem problema, a gente chega a um acordo. Sendo bom para as duas partes, para mim e para o Galo, vamos embora”, disse Robinho em entrevista ao programa “Donos da Bola”, da Band Minas.

Anunciado em fevereiro do ano passado como o grande reforço do Atlético-MG para a temporada, Robinho chegou à Cidade do Galo com ajuda da Dry World, antiga fornecedora de material esportivo do clube. No entanto, a empresa canadense não honrou os compromissos, tanto que já está fora do Atlético-MG. O clube assumiu os pagamentos a Robinho.

“Da parte do Galo nunca teve atraso do meu salário. Infelizmente a Dry World não cumpriu com o que estava combinado, mas isso já foi acertado com o Atlético-MG. Mas não é isso que vai me impedir de jogar, se a Dry World me pagar ou não”.

O Santos também tem interesse no atacante. Após apresentar valores ao jogador, mas esbarrar na multa estabelecida no contrato do atacante com o clube mineiro, de R$ 100 milhões, o Santos desistiu de ter Robinho em 2017, mas promete procurar o atacante em breve, visando um acerto para a próxima temporada.

Victor Martins
Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir