Esportes

Contra crise, Corinthians promete novo atacante e pede calma

Derrotado por 2 a 0 pelo Palmeiras, em casa, no domingo (31), o Corinthians promete ir ao mercado atrás de um novo atacante e pede paciência aos seus torcedores para conter a crise que se instaurou no clube.

Logo após o resultado ruim no clássico, o presidente Roberto de Andrade revelou que está negociando um reforço para o setor ofensivo, mas negou que o escolhido seja o colombiano Teo Gutiérrez, do River Plate.

“É um grande atacante, mas não conversamos ainda e nem sei o valor dele”, afirmou o mandatário.

O ataque é o setor mais debilitado do elenco do Corinthians. Os problemas financeiros fizeram o clube não renovar os contratos de Guerrero, que acertou com o Flamengo, e Emerson. Assim, quem liderou o setor contra o Palmeiras foi o contestado Romero.

O presidente corintiano também negou que outros jogadores tenham propostas para deixar o clube. Os zagueiros Felipe e Gil e o volante Elias são os mais cotados para sair nos próximos meses.

O meio-campista, aliás, ficou no banco contra o Palmeiras. Segundo o técnico Tite, a opção foi começar a montar o time sem o jogador, já que ele se apresenta nesta segunda (1º) à seleção brasileira para a disputa da Copa América.

“A responsabilidade é minha, porque entendi que o bom momento do Bruno Henrique, e a saída do Elias, daria uma continuidade. Foi essa a opção.”

O treinador ainda pediu tempo para poder reconstruir a equipe depois das saídas de dois titulares e as traumáticas eliminações no Campeonato Paulista e na Libertadores.

“Agora é outra realidade, uma montagem de um time do meio para frente. É o momento de construção de equipe. Temos que ter essa calma para dar certa sequência e ter uma real avaliação.”

Só que a paciência que Tite quer, a torcida corintiana não parece ter.

O presidente Roberto de Andrade e os jogadores foram alvos de protestos durante o clássico. Após o fim da partida, um grupo de corintianos tentou invadir uma área do Itaquerão que dá acesso aos vestiários.

Por  Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir