Dia a dia

Continua grave estado de policial baleado no Rio de Janeiro durante as Olimpíadas

O quadro de saúde do inspetor da Polícia Rodoviária Federal do Amazonas (PRF-AM), Marzio Deon, baleado no último fim de semana, na cidade do Rio de Janeiro, continua grave e as buscas pelos responsáveis pelo crime terão continuidade em uma nova operação, segundo a PRF-AM.

Marzio Deon continua internado, no Hospital Estadual Getúlio Vargas, no Rio. Segundo informações repassadas pela unidade de saúde, a previsão é que na próxima segunda-feira (22), o inspetor que teve trauma cervical e o rompimento de medula na altura da c6, seja transferido para o Hospital Sarah Kubitschek – referência no tratamento de traumas desta natureza, localizado em Brasília.

Nesta semana, o servidor federal chegou a apresentar melhoras consideráveis no quadro, não precisando de aparelhos para respirar. Por um período, Marzio se manteve acordado e lúcido, chegando a esboçar reação, com tentativa de fala. Entretanto, o inspetor teve uma piora e precisou ser novamente entubado.

Sobre as investigações, a Polícia Rodoviária ressaltou que ainda trabalha com a provável tentativa de assalto e que já tem os nomes dos suspeitos de terem cometido o atentado a vida de Marzio. O órgão destacou que uma segunda operação conjunta da PRF, PMERJ e PCRJ, será realizada, na tentativa de captura os criminosos.

No dia do crime, foi montada uma operação da Polícia Rodoviária Federal e do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, para tentar captura os suspeitos. Na ocasião, nove pessoas foram presas. Após os depoimentos, ficou comprovado que nenhum dos capturados tem ligação com o atentado.

Por Gerson Freitas

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir