País

Confirmada primeira morte por dengue de 2016 em SP

A Secretaria Municipal da Saúde divulgou, nesta sexta (26), o primeiro caso de morte por dengue em 2016 na cidade de São Paulo.

O óbito foi registrado no dia 19 de janeiro, com sorologia positiva para a doença transmitida pelo aedes aegypti –que também transmite a zika e a chikungunya.

O homem de 62 anos era morador do bairro do Tremembé, na zona norte da cidade, e possuía histórico de tabagismo e problemas cardiológicos, segundo a Secretaria. Ele foi atendido no Hospital Municipal São Luiz Gonzaga no dia 16 de janeiro.

Casos
De acordo com a pasta, só no mês de janeiro foram notificados 5.877 casos de dengue em toda a cidade, dos quais 827 foram confirmados. O número representa um aumento de 16,5% em relação ao mesmo período de 2015.

O secretário municipal da Saúde, Alexandre Padilha, atribuiu o aumento à falta de água nas periferias, à forte resistência do mosquito, ao calor e à existência de criadouros.

Com 68 casos confirmados, o bairro mais afetado pela doença no mês de janeiro foi Lajeado, na zona leste.
A região foi, inclusive, a que concentrou o maior número de infectados no período e recebeu, nesta quarta (24), as primeiras tendas de atendimento à população.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir