Dia a dia

Concursados da Susam farão protesto por nomeação imediata, nesta quinta

O ato aconteceu em frente à sede do órgão, localizada na avenida André Araújo, bairro Aleixo, Zona Centro-Sul. foto: Divulgação/Leitor EM TEMPO online.

O ato vai acontecer em frente à sede do órgão, localizada na avenida André Araújo, bairro Aleixo, Zona Centro-Sul. foto: Divulgação/Leitor EM TEMPO online.

Os aprovados no concurso público de 2014 pela Secretaria Municipal de Saúde (Susam) realizarão nesta quinta-feira (31), na frente da sede do órgão, Zona Centro-Sul, uma manifestação, com direito a  bolo decorado, para comemorar o primeiro ano de espera pela convocação.

De acordo com Beatriz Pause, membro da comissão de concursados, os trâmites estão muito lentos.

“Atualmente, temos que lidar com a omissão dos órgãos públicos que fecham as portas para a comissão de concursados. Todas as vezes que protocolamos pedido de reuniões, temos o pedido negado. Isso caracteriza total falta de respeito e consideração”, disse Beatriz.

A Susam assumiu o compromisso, durante audiência pública na Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE), realizada no último dia 15 de fevereiro de iniciar a convocação dos aprovados no concurso público de 2014, até o dia 15 de março deste ano, mais não cumpriu.

Os concursados exigem oficialmente que o órgão se pronuncie, desta vez, com documento oficial de chamamento dos aprovados com data e prazo estipulado para a convocação.  Eles prometem continuar com as manifestações, caso o quadro não seja mudado.

Trâmite

As provas do concurso, que ofereceram vagas com salários entre R$1.294,57 e R$ 7.691,45, ocorreram em agosto de 2014. A Susam havia informado que a homologação do resultado final do concurso ocorreria até o mês de dezembro, com publicação no Diário Oficial do Estado (DOE). Porém, a promessa não foi cumprida pela pasta.

A homologação foi oficialmente publicada no dia 31 de março de 2015 e até a presente data nenhum dos aprovados e classificados foram chamados para assumir seus devidos cargos.

 

Por Mairkon Castro

3 Comments

3 Comments

  1. Maria terço da luz

    30 de março de 2016 at 09:05

    Até 15 de março deste ano, MAS não cumpriu. Só uma dica.

  2. jorginho costa

    30 de março de 2016 at 09:00

    É uma vergonha o total descaso com os concursados da susam de 2014. É a primeira vez que vejo um estado nao dar o mínimo valor aos concursados e deixar nos na geladeira. Pergunto onde estar a autoridade do TCE AM, MP AM, TJAM e outros que ordenam nada sobre este governo que se detem sobre as leis. Preterição aos concursados é crime e eates orgaos fiscalizadores não fazem nada! A injustiça começa nestes órgãos que deveriam proteger os direitos daqueles que adquiriram legalmente. Se não mudarem nunca seremos uma nação honesta. A mudança deveria começar por quem detem o poder público, mas não! é de indignar!

    • Aglei

      31 de março de 2016 at 10:18

      Esses órgãos que vc citou estão todos recorrendo no stf para manter os rdas e os terceirizados como concursados. ..é praticamente a máquina do estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir