Dia a dia

Comunidade reclama da falta de dentistas em UBS da capital

Moradores que se deslocam à UBS Maria Leonor Brilhante precisam enfrentar espera por atendimento- foto: divulgação

Moradores que se deslocam à UBS Maria Leonor Brilhante precisam enfrentar espera por atendimento- foto: divulgação

Após 15 anos tendo que se deslocar a Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para conseguir atendimento odontológico, moradores da comunidade de Deus, no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste, denunciam a ausência de profissionais para atuar na localidade. Os usuários também reclamam da falta de kits de higiene bucal para distribuição gratuita na Unidade de Saúde da Família (UBSF) 14 do Distrito de Saúde Leste, situada na rua Papagaio.

Uma moradora da comunidade, que não quis se identificar, contou que muitas vezes, por ser mais próxima a sua casa, recorre à UBS Maria Leonor Brilhante, situada na avenida Autaz Mirim. Porém, precisa ter muita paciência, pois na maioria das vezes só há agendamento para o próximo mês.

“Faltam dentistas nas casinhas de saúde e quando a gente procura uma unidade maior, encontra o profissional, só não tem atendimento rápido de tão cheia que está a lista de agendamento. Aqui na comunidade, a gente precisa pelo menos de kit com escova de dentes e creme dental para distribuir, só que é a coisa mais rara encontrar aqui”, relatou a dona de casa.

Espaço compromete atendimento

Segundo uma profissional da área de saúde, que atua na UBS e também preferiu não se identificar, os atendimentos para cuidados odontológicos deixaram de ser fornecidos ali há, aproximadamente,15 anos por falta de dentistas e que os serviços da especialidade, quando são desenvolvidos na comunidade, são por meio de unidades móveis, as chamadas Carretas da Saúde.

Conforme a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), o motivo para a ausência do profissional de saúde bucal é a falta de espaço físico no local, que impede a instalação da estrutura adequada para funcionar um consultório odontológico. O órgão informou ainda que um médico, enfermeiro, técnico de enfermagem e um agente comunitário de saúde (ACS) atendem a população daquela localidade.

Segundo a Semsa, na Zona Leste, existem 28 unidades de saúde onde são prestados serviços com odontologistas, além de dispor de 16 profissionais no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), situado na rua J, quadra 64, 7, etapa B, do bairro São José.

Por Cecília Siqueira

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir