Cultura

Compositor do Caprichoso lança livro sobre toada de boi-bumbá

O compositor do Boi Caprichoso, deixou um pouco de lado a música para se dedicar à criação de um novo projeto. Após ter cinco toadas selecionadas para o repertório do CD Caprichoso 2015 - foto: divulgação

O compositor do Boi Caprichoso, deixou um pouco de lado a música para se dedicar à criação de um novo projeto. Após ter cinco toadas selecionadas para o repertório do CD Caprichoso 2015 – foto: divulgação

Adriano Aguiar, compositor do Boi Caprichoso, deixou um pouco de lado a música para se dedicar à criação de um novo projeto. Após ter cinco toadas selecionadas para o repertório do CD Caprichoso 2015 – “Amazônia”, ele agora lança sua primeira obra literária. Intitulado “A reinvenção da toada”, o livro foi apresentado à imprensa ontem, em Parintins.

A publicação é dedicada a contar a história das décadas de evolução da trilha sonora do Festival Folclórico de Parintins. O autor se aprofundou em pesquisa e se torna pioneiro ao lançar um produto específico sobre o gênero musical dos bumbás de Parintins, a toada.

O livro revela ao leitor todo o processo de transformação do ritmo dos bois, a partir do olhar do compositor, com inserção de novos instrumentos musicais no modelo tradicional das toadas, até os mais novos arranjos que foram introduzidos na última década.

Entre as obras referência para o desenvolvimento dos artigos do volume, Adriano Aguiar cita diversos compositores em seus estilos de compor como: Simão Assayag, Wilson Nogueira, Fred Góes, Sérgio Ivan Gil Braga, Andreas Valentin e Paulo José Cunha. “Esta obra vai propiciar um melhor entendimento para as pessoas mergulharem e conhecerem esse universo que somente era compartilhado entre os compositores”, revela.

De acordo com o autor, o título da obra literária parte do conceito de toada no Brasil, cantiga melancólica, com duas estrofes, um refrão, com temas sobre amor e motivos campestres. “Ao longo das décadas a toada mudou e foi se moldando, tornando-se altamente contemporânea, e que há muito tempo a toada não segue a receita antiga. Nós, em Parintins, reinventamos a toada em toada de boi-bumbá. Esse é o sentido do título”, explica.

O compositor Adriano Aguiar iniciou a carreira na década de 2000, e em 2007 conseguiu emplacar duas toadas no repertório. Entre os sucessos de sua carreira estão as toadas “Parintins em festa” (2008), “Pachamama” (2009), “Eu sou a lenda” (2009), “Chegada do meu boi” (2010), “Sentimento Caprichoso” (2010), “A festa do boto” (2010), “A cor do meu país” (2011), “Turbilhão azul” (2011), “A magia que encanta o mundo” (2011), “Viva a cultura popular!” (2012), “Balanço popular” (2012), “Sensibilidade” (2012) e “Festa de um boibrasileiro” (2013).

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir