Super Máquinas

Competição histórica do ‘Rally Piocerá’ promete ser inesquecível

Com uma ampla diversificação de modelos, a competição reunirá carros, motos, UTVs, quadriciclos e bikes – foto: Doni Castilho

Contagem regressiva para a edição histórica de 30 anos do Enduro Rally Piocerá. Falta menos de um mês para o início da prova, que começa em Teresina (PI), no dia 23 de janeiro, e termina na cidade Caucaia (CE), no dia 28. Com uma ampla diversificação de modelos, a competição reunirá carros, motos, UTVs, quadriciclos e bikes.

As inscrições estão abertas e podem ser feitas até o dia 15 de janeiro. De acordo com a organização, até agora, 410 competidores de 22 Estados e de todas as regiões do país já garantiram presença. As bikes lideram, com 195 atletas inscritos, seguidas da categoria de motocicletas (100), carros (78), quadriciclos (21) e UTVs (16).

Conforme o diretor e criador da prova, Ehrlich Cordão, o percurso de, aproximadamente, mil quilômetros, terá vários trechos de serra, que irão exigir muito de máquinas, pilotos e navegadores e bikers. “Cada um dos quatro dias tem sua particularidade com piso diferente, relevo e nas pegadinhas e balaios. Será uma prova que deixará todos ligados o tempo todo e qualquer vacilo poderá tirar preciosos pontos do competidor”, afirma.

Segundo Cordão, o primeiro dia será o mais técnico de todas as edições e poderá ser o momento que definirá o campeão de 2017. Ele observa que quem conseguir ganhar as três etapas do primeiro dia, sairá com uma grande vantagem. “Muitos balaios supertécnicos que vão desde um grau de dificuldade moderado ao mais complexo. Várias alças que poderão tirar pontos preciosos dos menos atentos”, conta.

O diretor destaca ainda que o rally contará com os trechos de carnaubais, florestas naturais, matas fechadas. “Esse trecho de Teresina a Piripiri, promete ser o bicho, prepare-se! Quem viver verá o que estou falando. Serão sete horas de pura adrenalina e concentração na planilha! ”, aponta.

A conferência dos mil quilômetros de trilhas do Rally Piocera durou seis dias. Cordão explica que foi usado o novo programa Totem Full Really, para organizadores. Segundo ele, com o tablet se conseguiu a medida exata das referências e os erros de metragem entre a planilha feita no levantamento e a atual que está sendo conferida.

Com esse trabalho, o diretor afirma que foi possível ajustar médias horárias e anotar todos os locais de possíveis perigos, erosões, pontes, pedras. “Qualquer vacilo poderá tirar preciosos pontos do competidor.

Esses tempos e medidas são estimadas. As medidas oficiais mesmo, só depois que concluir e passar a limpo todas as anotações”, observa.

Depois do dia 1º de janeiro, as inscrições que são feitas pelo site (www.piocera.com.br) custam a partir de R$ 170,00 até R$ 1.950,00, dependendo da categoria.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top
error: Content is protected !!