Cultura

Companhias abrem vagas para oficinas gratuitas em Manaus

Jean Palladino aborda o preparo físico para encarar os personagens – foto: divulgação

Jean Palladino aborda o preparo físico para encarar os personagens – foto: divulgação

Estão abertas as inscrições para as oficinas que serão ministradas ao longo dos meses de junho e julho como parte do projeto ‘Dabucuri.2 – 7 tribos’, contemplado com o Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2014, do Ministério da Cultura. A iniciativa é da Índios.com Cia. de Dança e tem a participação de outros seis grupos de dança e teatro de Manaus.

O projeto, que conta ainda com apresentações de espetáculos, mesas redondas e lançamento de livros, será lançado no próximo dia 15, às 19h, no Espaço das Cias. (rua Dona Libânia, 300, Centro). Todas as atividades são gratuitas e o formulário de inscrição está disponível em http://tinyurl.com/oficinasdabucuri.

Na oficina “Abordagem somática e o processo criativo em dança”, Yara Costa (Índios.com) abordará procedimentos práticos e teóricos que promovam o desenvolvimento criativo na composição em dança, com foco na investigação do movimento autoral e uso consciente do corpo.

Em “A boca e a dramaturgia contemporânea”, Francis Madson (Soufflé de Bodó Company) propõe uma outra relação do artista de dança ou ator com a palavra, permitindo que ele chegue ao cerne da sua potência de criação ao se desapegar de crenças, rituais e protocolos.

Já Taciano Soares (Ateliê 23) ministrará a oficina “O corpo civil e o corpo extracotidiano”, em que o intérprete é confrontado a desconstruir o corpo cotidiano com seus signos e traçados, a partir dos impulsos dramatúrgicos. Trata-se da investigação do intérprete que some para o nascimento da figura cênica no corpo.

A fisicalidade também será o foco de “A exaustão e o rompimento corporal na preparação do intérprete”, oficina proposta por Jean Palladino (Cartolas Produções). Nela, ele abordará o rompimento dos estados energéticos do corpo a partir do processo de criação do espetáculo “PAI”.

Mês de julho
Os aspectos teóricos e práticos da técnica MMS fazem parte da oficina que será desenvolvida pelo artista Ricardo Risuenho (Cia. de Intérpretes Independentes). Durante a atividade, ele vai tratar do desenvolvimento de capacidades corporais para a cena a partir da biomecânica dos membros superiores.

“A dramaturgia contemporânea no corpo do intérprete”, a ser ministrada pelo ator Victor Kaleb (Artrupe Produções), trará à tona temas como a redescoberta da palavra e os novos rumos da dramaturgia contemporânea, que exige outra radicalidade do corpo na sua execução e presentificação.

Por fim, a oficina “Performance e improvisação”, proposta pelo artista Osvaldo Malaquias (Momento Cia. de Dança), vai propor caminhos para a organização do texto de movimento, improvisado ou coreografado, em espetáculos de dança. Os conteúdos passam pela improvisação no sentido de que ela pode propiciar a descoberta desses caminhos a partir da descoberta de sensações.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir