Sem categoria

Comitê vai apresentar ao MPE e PMF documento pedindo melhorias no Distrito

Falta de estrutura nas vias do Distrito Industrial é uma das principais reclamações do empresariado – foto: Márcio Melo

Falta de estrutura nas vias do Distrito Industrial é uma das principais reclamações do empresariado – foto: Márcio Melo

Buscando solucionar os principais problemas da cidade, o Comitê Cidadão promoveu mais uma reunião, na tarde desta segunda-feira (22), abordando como tema a mobilidade urbana de Manaus, focando principalmente no estado caótico do Distrito Industrial, na Zona Sul.

Formada por lideranças religiosas, empresariais e comunitárias, a organização irá protocolizar uma denúncia aos Ministérios Públicos Federal (MPF-AM) e do Estado (MPE-AM), para solucionar a situação do polo industrial amazonense.

Presidente do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam), Wilson Périco iniciou a reunião chamando a atenção para as condições precárias das vias que cercam a área. Mostrando por meio de dados a importância do Polo Industrial para a cidade e para o Estado, Périco propôs a ideia de levar uma petição ao MPF/AM, para agilizar a solução dos problemas daquela área.

Idealizador do grupo, o pastor Stanley Braga lembrou que uma audiência pública foi realizada para divulgar o plano de mobilidade urbana, neste ano, porém, acabou não sendo divulgado para todos os cidadãos da cidade. Por isso, o comitê irá se posicionar para lutar por melhorias físicas para a Manaus.

“Vamos apoiar o pedido feito pelo Wilson [Périco]. Direcionaremos o documento. Tem que ter a capitação de recursos para uma obra emergencial. O Distrito gera lucro para o Estado. Nosso objetivo é convocar forças públicas que vivem o dia a dia da cidade e montar projetos que possam ser implantados pela prefeitura e governo. Hoje, a política partidária está em crise moral. Vamos lutar cobrando e buscar melhorar essa situação”, analisou Braga.

Gestora ambiental e membro do movimento Ficha Verde, Carol Alarcon mostrou-se confiante com o resultado da reunião. Levantando a bandeira da preservação do meio ambiente, ela é uma das vozes femininas do comitê.

“A reunião mostrou que as organizações estão dispostas a se unir para conversar e lutar por um objetivo comum. A maior representatividade foi das indústrias nesta reunião, mas estamos todos buscando ajudar a cidade”, salientou.

Por Thiago Fernando

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir