Cultura

Comissão organizadora do Carnaval de Manaus será lançada nesta quinta

Presidente da Mocidade Independente de Aparecida, Saulo Borges, também participa da Liesa – Arthur Castro

A Liga Independente das Escolas de Samba do Amazonas (Liesa-AM) fará seu lançamento oficial na quinta-feira (20) em um evento no auditório do Novo Hotel Manaus, às 20h. A Liesa-AM é uma alternativa para organizar o carnaval do Amazonas. Atualmente, a responsável pelo evento é a Comissão Executiva das Escolas de Samba de Manaus (Ceesma).

A Liesa-AM é o resultado da união das escolas de samba do grupo especial – Mocidade Independente de Aparecida, Unidos do Alvorada, Sem Compromisso, Balaku Blaku, Andanças de Ciganos e Vila da Barra – que assinaram um documento oficializando o desligamento da Ceesma, há pouco mais de um mês.

A decisão foi tomada pelos dirigentes das escolas logo após o resultado do desfile das escolas de samba do grupo especial, considerado por alguns, injusto e cheio de irregularidades. Apenas as escolas de samba Grande Família, Reino Unido da Liberdade e Vitória Régia permanecem participando da Ceesma.

De acordo com o presidente da Mocidade de Aparecida, Saulo Borges, durante a noite de lançamento da Liga serão mostradas as propostas da nova organização para melhorar o carnaval amazonense, os objetivos da liga e a apresentação das escolas participantes. “Ainda não temos formada uma diretoria, mas queremos fazer o lançamento para a apresentar à comunidade e explicar as novas regras, uma delas é que quem vai gerir não pode ser presidente em exercício de nenhuma escola”, explicou Borges, ressaltando ainda que as eleições para a Liga acontecem apenas após o carnaval de 2018.

Além dessa busca, a empresa que somar à Liesa-AM também vai ficar responsável pela verificação dos problemas de cada escola e da criação de estratégias para divulgação do desfile local. “Estamos fazendo encontros quinzenais e decidimos contratar uma empresa para cuidar disso. A cada novo patrocinador, a empresa também receberá uma porcentagem pelo trabalho”.

Esta é a terceira associação criada para cuidar do carnaval amazonense nos últimos 20 anos. Em 1991, foi fundada a Associação do Grupo Especial das Escolas de Samba de Manaus (Ageesma) pelos representantes de quatro grandes escolas da cidade, Getúlio Lobo (Sem Compromisso), Dauro Brag (Vitória Régia), Bosco Saraiva (Reino Unido) e Omar Aziz (Aparecida), mas ela foi extinta em 2014. Logo após o desfile daquele ano, a Ceesma foi fundada.

Laize Minelli

EM TEMPO

 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top