Economia

Comércio local espera crescimento de até 10% para o Dia das Mães

De acordo com  pesquisa realizada pela CDL- Manaus com 545 pessoas, 18% dos entrevistados tendem a presentear com peças de vestuário - foto: divulgação

De acordo com pesquisa realizada pela CDL- Manaus com 545 pessoas, 18% dos entrevistados tendem a presentear com peças de vestuário – foto: divulgação

Peças de roupas, eletrodomésticos e os calçados devem liderar a lista de preferências dos filhos neste Dia das Mães, conforme pesquisa de intenção de compras divulgada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL Manaus). Os lojistas desses segmentos ficaram otimistas com o resultado e projetam crescimento de até 10% nas vendas em comparação com o mesmo período do ano passado.

De acordo com a pesquisa realizada com 545 pessoas, 18% dos entrevistados tendem a presentear com peças de vestuário, 15,4% preferem eletrodoméstico, e 10,5% pretendem comprar calçados.

O levantamento também mostrou que a intenção de comprar celular para as mães está nos planos de 8,7% das pessoas ouvidas, bem como a opção de conceder perfume ou similar (13,5%).

O gerente da TV Lar, da rua Quintino Bocaiúva, no Centro, Francisco Santos, afirmou que o movimento de clientes começou a melhorar desde o último dia 1º. Segundo ele, apesar da crise que o país está passando, os primeiros dias do mês tem sido bons para as vendas. “Ninguém sabe se vai ser constante, mas nesse período está havendo esse acréscimo”, disse.

No local, um dos atrativos é que as compras podem ser parceladas em até 10 vezes sem juros nos cartões.
Outra loja que também tem registrado aumento nas vendas é na Rima Fashion, da avenida Eduardo Ribeiro, de acordo com a gerente, Regina Leite. No entanto, ela ressaltou que o movimento de clientes é menor que o observado no mesmo período de 2014. “As vendas melhoraram nesta semana do Dia das Mães, mas no ano passado estava melhor”, comentou. Conforme ela, o estoque de produtos está maior que o de dezembro.

Projeção

A CDL Manaus estima que as vendas deste ano devem crescer em torno de 2,5% em relação ao ano passado, resultando em uma receita bruta para o Dia das Mães num total de pouco mais de R$ 121 milhões dividido nas diversas intenções de gastos. Conforme a entidade, o volume representa uma receita moderada para o período e um ticket médio de compras de R$ 75 da maioria das pessoas.

Por Silane Souza (equipe Jornal EM TEMPO)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir