Economia

Comércio de Manaus faz promoções para estimular vendas neste início de ano

 Para tentar manter o desempenho das vendas durante a época natalina, lojistas concedem descontos 'generosos' em vários produtos- foto: Marcio Melo


Para tentar manter o desempenho das vendas durante a época natalina, lojistas concedem descontos ‘generosos’ em vários produtos- foto: Marcio Melo

Para atrair os clientes, alguns centros de compras apostam em descontos e promoções no início de 2016. O Amazonas Shopping, por exemplo, nesta semana, exibirá sua liquidação com descontos de até 70%, em média, em produtos como acessórios, cosméticos, eletrônicos, vestuários e até mesmo joias. Já no Millenium Shopping, várias lojas farão suas próprias liquidações.

Na região do centro de Manaus, os lojistas também estão dando descontos de até 70%. As tradicionais queimas de estoque têm atraído o público, embora em menor quantidade, o que já era esperado por muitos comerciantes.
O vendedor Wander Lúcio, 40, da loja Aleni Calçados, afirmou que o desconto para compras à vista é de 5% em qualquer item da loja. Ele contou que a maioria dos produtos está com preços mais baixos e as compras no cartão de crédito podem ser pagas em até quatro prestações para agradar a clientela e facilitar o pagamento.

A gerente de compras da loja de roupas Rima Fashion, Regina Leite, 48, explicou que a maioria das roupas de sua loja está com preços 50% mais baixos em relação a 2014.

“Vestidos que custavam R$ 400 estão a R$ 200, além disso todas as linhas de vestuário estão com preços baixos, pois os descontos já se encontram nesses valores mais em conta”, afirmou.

A gerente ressaltou que as blusas caíram de R$ 60 para R$ 20 (desconto de quase 67%) e bermudas, de R$ 49,90 para R$ 25. “É um novo ano e os preços são novos também. Tudo para superar o período ruim que passamos”, disse.

Apesar das promoções, alguns frequentadores das lojas do Centro não se mostraram empolgados para comprar no início do ano.
Isto porque o que antes era quase “folclórico” hoje saiu do gosto do cliente que pretende economizar e apenas gastar com o necessário.

O autônomo Lucas Souza, 29, afirmou que percebeu uma diferença em alguma das lojas do Centro. “Antes víamos as lojas de sapatos colocando os produtos na porta do estabelecimento e com grandes descontos. Hoje (ontem), se eu vi três lojas fazerem essa oferta, foi é muito”, observou.

Segundo a comerciária Elizangela Matos, 35, diferente dos anos anteriores, a intenção dela é apenas comprar o que for necessário, os gastos com coisas supérfluas ficarão de lado.

Por Asafe Augusto

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir