Sem categoria

Com vendas fracas, postos baixam preço da gasolina em Manaus

O consumidor que quiser pesquisar sobre o preço da gasolina em Manaus pode acessar o aplicativo Procon Amazonas - foto: Diego Janatã

O consumidor que quiser pesquisar sobre o preço da gasolina em Manaus pode acessar o aplicativo Procon Amazonas – foto: Diego Janatã

Pela segunda vez em menos de 20 dias, postos de combustíveis reduziram o preço do litro da gasolina em Manaus. Em alguns locais, o valor chega a   custar R$ 3,54, mas a maioria mantém a média de venda a R$ 3,65, queda de R$ 0,20 em relação aos R$ 3,85 que eram cobrados, anteriormente.

O preço de R$ 3,54 é comercializado em um posto Shell localizado na avenida Torquato Tapajós no bairro Colônia Terra Nova, Zona Norte. Um representante do posto, que preferiu não se identificar, disse ser necessário a manobra para reaquecer o mercado.

O motorista profissional Felipe Sahdo, que abastecia o carro no posto BR, da avenida Djalma Batista, onde o preço da gasolina está R$ 3,59, afirmou que mesmo com a redução, o brasileiro ainda tem o combustível mais caro.

“Infelizmente, somos um país que paga mais caro por aquilo que nós mais temos, que são as nossas refinarias de petróleos, hoje nós temos combustíveis suficientes para abastecer as cidades do Brasil. Então acho que o preço deveria baixar mais porque, em comparação com o que se consome na Venezuela e em outros países vizinhos e até mesmo na Argentina, os preços lá são mais baratos, sendo que nós somos os principais exportadores”, disse.

No posto Atem da avenida Perimetral, no bairro Parque Dez, onde os motoristas puderam encontrar a gasolina também por R$ 3,59, o médico Wilson Cândido disse que o valor da redução ainda não fez diferença no bolso do consumidor. “Não mudou muito na minha opinião, pois a redução não foi tão significativa, mas é bom quando o preço é reduzido. Quanto mais baixo, melhor para o consumidor”, disse.

Promoções

Operador desse mesmo posto Atem, William Santos explicou que a redução se trata de um período promocional para tentar reverter as perdas com as vendas, que caíram quase 15%.

“Essa promoção acontece na maioria dos postos com o objetivo de atrair e fidelizar mais clientes, que estão afastados e reduziram a compra de combustível. Além de reaquecer o mercado, porque quanto mais carro rodando, melhor para a cidade como um todo. Já tivemos uma queda nas vendas de quase 15% neste ano e foi necessário fazer essa redução, mas será por pouco tempo, tendo em vista que abrimos mão de parte do lucro para reduzir o preço”, revela Santos.

No posto Shell 700, localizado na avenida Djalma Batista, o bancário Pedro Vieira abasteceu o seu carro a R$ 3,59 e disse que os preços menores fazem diferença no fim do mês. Segundo ele, o consumo de gasolina deve ser aumentado em seu veículo.

“A gasolina com o valor que estava, era absurdo. Depois que abaixou o preço deu até para abastecer por maior número de vezes”, afirmou, ao ressaltar que chegou a andar de ônibus por tão caro que estava o combustível.

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis do Amazonas (Sindicam), Luiz Felipe Moura Pinto, afirmou que a entidade não opina sobre os preços praticados pelas empresas, pois, segundo ele, os empresários são livres para escolher o valor dos combustíveis.

Pesquisa

O consumidor que quiser pesquisar sobre o preço da gasolina em Manaus pode acessar o aplicativo Procon Amazonas, que disponibiliza uma lista completa e atualizada dos menores valores praticados em postos de gasolina da capital amazonense.

Por Joandres Xavier

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir